Salvador

Preso homem que matou companheira de 18 anos a facadas em Salvador

De acordo com a polícia, há suspeitas de que a vítima estivesse grávida; crime aconteceu no último dia 8, na Av. San Martin

Redação Correio24Horas
- Atualizada em
(Foto: Divulgação/ Polícia Civil)
Autor confesso do assassinato da companheira de 18 anos, o rodoviário Rubervaldo Soares dos Santos Júnior, 29, foi preso na última sexta-feira (10), ao se apresentar no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), acompanhado de um advogado. O crime aconteceu na residência do casal, localizada na Av. San Martin; o corpo de  Anaildes dos Santos Lacerda foi encontrado por familiares dela, depois de estranharem a demora na resposta de algumas mensagens enviadas por celular. De acordo com a delegada Mariana Ouais, titular da 3ª Delegacia de Homicídios (DH/BTS), o casal estava junto há um ano. Rubervaldo, que era funcionário da empresa de ônibus Cidade Sol, trabalhava na linha Taperoá-Salvador. Anaildes, era moradora de Taperoá e sonhava em morar em Salvador para estudar.  Após alguns meses de relacionamento, Rubervaldo, que morava na ilha de Itaparica, alugou o apartamento no bairro da Fazenda Grande do Retiro para os dois se encontrarem. Anaildes, que costumava ir e voltar para Taperoá, teria feito uma ligação para a irmã, no dia do crime, se dizendo insatisfeita com a vida em Salvador e anunciado a volta ao interior. Ciumento, Rubervaldo não aceitou o fim da relação, e desferiu golpes de faca contra a companheira sete vezes, em várias partes do corpo. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local. De acordo com a polícia, há suspeitas de que a vítima estivesse grávida. O corpo de Anaildes será periciado e caso a suspeita seja confirmada, o rodoviário poderá ter um terço da pena de 15 anos de reclusão acrescida à condenação. 
Depois de assassinar Anaildes, o rodoviário ligou para a polícia informando sobre o crime e pedindo que prestassem socorro à mulher. Antes de se apresentar no DHPP, na última sexta (10), ele estava escondido na casa de uma irmã, em Santo Amaro, no Recôncavo. Rubervaldo foi apresentado à imprensa na tarde desta segunda (13) e encaminhado à Cadeia Pública, no Complexo Penitenciário da Mata Escura.
Correio24horas