Salvador

Principal suspeito da morte de empresário, Iuri Sheik se entrega à polícia

Crime aconteceu na noite do último domingo (23), em uma festa tipo 'paredão' em Santo Antônio de Jesus (BA)

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

O principal suspeito da morte do empresário William Oliveira, de 28 anos, Iuri Sheik se entregou a polícia na tarde desta quarta-feira (25). O empresário e digital influencer se apresentou na sede do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP). As informações são do G1 Bahia.

Foto: Reprodução
Iuri é o principal suspeito de ter atirado contra William durante uma festa  tipo paredão, realizada em Santo Antônio de Jesus (BA), no último domingo (23). Desde então, a vítima estava internada no Hospital Geral de Santo Antônio de Jesus desde o dia do crime, mas não resistiu e acabou morrendo na manhã desta quarta-feira (26).

De acordo com o g1, na chegada na delegacia, o digital influencer não falou com a imprensa e disse apenas que o ato 'destruiu' a vida dele.
Foto: Alberto Maraux / SSP | Divulgação

Em entrevista à TV Bahia, o delegado do caso, Edilson Magalhães, informou que ele teria atirado em Willian após ter um aperto de mão negado pela vítima.


"Seis testemunhas foram ouvidas. Três delas viram o momento dos disparos. Elas contam que William já estava na festa [paredão] quando Sheik chegou e estendeu a mão para falar com William, mas ele [o empresário] disse que não ia apertar a mão de Iuri. Então, ele [Iuri] foi no carro, pegou uma arma, voltou e atirou em William. Iuri entrou no carro e saiu em alta velocidade", explicou o delegado à TV Bahia.
Foto: Alberto Maraux / SSP | Divulgação
Se condenado, Iuri Sheik pode cumprir uma pena de até 30 anos de prisão por homicídio.