Salvador

Protesto de servidores causa tumulto na inauguração da Estação da Lapa

Durante discurso, o prefeito ACM Neto voltou a afirmar que vai cortar o ponto dos servidores municipais

Correio24Horas
- Atualizada em
Um protesto de servidores provocou tumulto durante a inauguração da Estação da Lapa nesta terça-feira (29). Cerca de 300 servidores municipais realizaram uma manifestação no local e vaiaram o prefeito ACM Neto durante a cerimônia de entrega.
Protesto de servidores causa do tumulto na inauguração da Estação da Lapa (Foto:Marina Silva)
Um cordão de isolamento com guardas municipais e policiais militares foi feito para evitar que a confusão tivesse maior proporção. Em greve há 14 dias, os servidores municipais reivindicam um reajuste de 17%. Durante o discurso, o prefeito ACM Neto voltou a afirmar que vai cortar o ponto dos servidores municipais que não trabalharem.

No final da cerimônia, houve correria e a multidão foi dispersada por spray de pimenta. Segundo o coordenador do Sindicato dos Servidores da Prefeitura de Salvador (Sindseps), Everaldo Braga, o spray foi disparado por uma pessoa da segurança do prefeito ACM Neto.

"A segurança do prefeito foi quem jogou spray de pimenta no rosto de algumas servidoras. Não compreendemos uma atitude destemperada de pessoas que se dizem segurança do prefeito. Infelizmente, nós estávamos protestando, que a Constituição nos dá esse direito, e nós começamos a cantar os nossos jargões. Quando ele estava saindo, um segurança jogou spray de pimenta", disse.A prefeitura rebateu a declaração do servidor e disse, por meio da assessoria de comunicação, que a Assistência Militar da prefeitura flagrou um dos servidores municipais com spray de pimenta e tentou persegui-lo, mas a pessoa conseguiu escapar.
Correio24horas