Salvador

Quer ir ao teatro neste feriadão? Confira opções

Teatro Sesc Casa do Comércio, Sesi e Gregório de Mattos têm espetáculos em cartaz

Redação Correio 24h (redacao@portalibahia.com.br)

O feriadão chegou e quem quer aproveitar os próximos dias curtindo as opções culturais da cidade já pode se organizar se a escolha for teatro. Há espetáculos para todos os gostos (e bolsos!). Dentre os destaques, está De Um Tudo, em cartaz no Teatro Sesc Casa do Comércio. Indicada a cinco categorias do Prêmio Braskem de Teatro, a comédia dirigida por Fernando Guerreiro  discute a baianidade para além dos rótulos e propõe uma reflexão sobre a linguagem e os costumes do povo baiano.

No elenco, a cantora Ana Mametto - em sua estreia como atriz -, Alexandre Moreira, Denise Correia, Diogo Lopes Filho, José Carlos Júnior e o cantor e compositor Gerônimo Santana, que assina as músicas inéditas do espetáculo. As apresentações acontecem sempre aos sábados, às 20h, e custam R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia) e estão à venda na bilheteria do local e no site Compreingressos.com.

Foto: Divulgação

Outra opção é o Teatro Gregório de Mattos (TGM), no Centro, que palco do espetáculo Boca a Boca – Um Solo para Gregório, neste sábado e domingo, sempre às 19h. A peça é uma narrativa radicalmente contemporânea, com recital de poesias do Boca de Brasa em formato de show de rock. Os ingressos custam R$20 (inteira) e R$10 (meia).

No domingo, somente no Teatro Sesi Rio Vermelho, serão encenados três espetáculos dentro da mostra promovida pelo Centro Cultural Ensaio. As apresentações acontecem às 17h, 18h e 19h - cada uma delas custa R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). A primeira peça a ser apresentada é Compadecida, uma adaptação da obra O Auto da Compadecida, do autor Ariano Suassuna. A história que se passa no sertão do Nordeste brasileiro faz críticas sociais e à moral católica.

Às 18h, é a vez da peça Pequenique no Front, obra escrita há mais de 40 anos pelo dramaturgo espanhol Fernando Arrabal. Um clássico do teatro do absurdo, o espetáculo conta a história da soldada incompetente Zapo que, em combate, recebe num domingo a inesperada visita dos seus pais, o Senhor e Senhora Tépan para um piquenique em pleno front de batalha. 

Por fim, às 19h, será apresentado o espetáculo À Sombra do Cerejal, uma adaptação da obra O Jardim das Cerejeiras, do autor e dramaturgo russo Anton Tchekhov, que reflete o cenário social e político da Rússia no início do século XX, período caracterizado pelo declínio da Aristocracia, pelo surgimento de uma burguesia ávida de poder, e entremeado pelos acontecimentos que culminaram na Revolução Russa de 1917.