Salvador

Rádios se unem em corrente solidária voltada para ouvintes e pequenos empresários

Ação tem como objetivo levar uma mensagem de esperança, ajudar pequenos empresários e fortalecer os anunciantes neste momento de crise

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

O movimento ‘Rádios Solidárias’, que tem como integrantes a Bahia FM, BandNews, GFM 90,1, Itapoan FM, Jovem Pan, Piatã FM, Rádio Globo, Rádio Metrópole, Rádio Transamérica, Sociedade, promove uma corrente do bem em torno da população, dos ouvintes, dos profissionais autônomos, dos microempresários e dos anunciantes. As ações que serão promovidas ao longo dos dias pelas emissoras têm como objetivo trazer uma ideia de solidariedade e de união diante da crise instaurada pela pandemia do novo coronavírus.

O movimento conta com duas ações iniciais: uma delas é a transmissão simultânea às 12h e às 18h - em todas as emissoras que fazem parte do movimento - de uma canção que tem como objetivo espalhar uma mensagem positiva, de união e de esperança. A música é o clássico “Amanhã”, de Guilherme Arantes, com interpretação da baiana Ivete Sangalo.


O outro projeto, cujo nome é Delivery, idealizado pela Piatã FM, é voltada para os profissionais autônomos e todo o mercado anunciante em geral. As emissoras irão transmitir mensagens dos próprios empresários, em que eles irão dizer qual serviço ou produto estão oferecendo e os meios de contato. Tudo isso de forma gratuita e divulgado em todas as emissoras que participam do movimento.

Além disso, durante toda a programação, haverá mensagens de empresários que, mesmo durante a crise, não deixaram de anunciar nas rádios e acreditam que, em momentos difíceis, é sempre bom repensar.

O movimento vai apresentar exemplos de empresas que continuam acreditando que isso tudo vai passar, que a melhor solução é reinventar seu negócio, buscando maneiras criativas de fazer chegar seu produto/serviço à população. Tudo isso através de uma comunicação assertiva, entendendo o rádio como meio amplo de divulgação.

“A gente entende a importância que a rádio representa na vida das pessoas e consideramos que, neste momento, precisamos nos unir em uma ação conjunta para passar uma palavra de esperança e de coragem. Quando tudo passar, seremos mais fortes enquanto profissionais, empresas e seres humanos”, diz o gerente executivo da área de entretenimento da Rede Bahia, Luís Moreira.

Para saber mais sobre o movimento acompanhe o perfil @radiossolidarias ou entre em contato através do e-mail movimento radiossolidarias@gmail.com.