Salvador

Relembre alguns points de badalação que já não existem mais em Salvador

Mamagaya, Língua de Prata e Café Cancun são alguns locais que faziam sucesso e já não existem mais na capital baiana

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

O anúncio do fechamento do Bambara nesta terça-feira (21) deixou muita gente triste. O local, que era conhecido como point para dança e badalação em Salvador, será mais um que vai deixar saudade aos soteropolitanos como o Mamagaya, Língua de Prata e Café Cancun. Relembre alguns points que já não existem mais na capital baiana.

Bali Beach, Club Lotus, Língua de Prata e Café Cancun (Fotos: Divulgação)

Bali Beach

O local já abrigou outra casa de show bastante conhecida pelo público baiano, o Casquinha de Siri. Foi demolido em 2014 por conta de um projeto de requalificação da orla de Piatã.

Língua de Prata e Jangada

Tradicionais da Orla de Itapuã, os estabelecimentos também foram demolidos por conta do projeto de requalificação da orla do local. Além da culinária baiana e frutos do mar, os locais contavam com música ao vivo para animar seu público.

Rock in Rio 

Localizado no antigo Aeroclube de Salvador, o local era o point dos jovens dos anos 90 e conhecido por realizar shows de todos os estilos musicais.

Café Cancun

O restaurante temático era localizado no shopping Aeroclube Plaza Show e funcionava para almoço, happy hour e jantar e a partir das 22h, como boate. 

Club Lotus

Franquia de uma luxuosa boate de Nova York, a Lotus ficava instalada no Edifício Oceania, de frente para o Farol da Barra, e contava com três ambientes.

Bohemia Music Bar

Era um dos maiores points de paquera de Salvador reunindo um público de 18 a 30 anos. O bar contava música ao vivo todos os dias e os ritmos que predominam são axé, arrocha, forró e música sertaneja.

Mamagaya

Famosa por abrigar shows de pagode em Salvador, o local ficava na orla da cidade.