Salvador

Resumo: saiba o que aconteceu pela manhã no julgamento da médica Kátia Vargas

Julgamento estava previsto para começar às 8h, no salão do júri do Fórum Ruy Barbosa, em Nazaré. Contudo, começou com 1h30 de atraso

Redação Correio 24h, com Amanda Palma, Tailane Muniz, Thais Borges, Mauro Akin Nassor e Jorge Gauthier
- Atualizada em

Quatro anos depois, acontece nesta terça-feira (5), o júri popular da médica Kátia Vargas, acusada de provocar o acidente que resultou na morte dos irmãos Emanuel e Emanuelle Gomes, em outubro de 2013, no bairro de Ondina. O julgamento estava previsto para começar às 8h, no salão do júri do Fórum Ruy Barbosa, em Nazaré. Contudo, começou com 1h30 de atraso. Um esquema especial foi montado para o julgamento, com a distribuição de senhas, na última sexta-feira (1º) para o público - além de reforço policial e do monitoramento do trânsito na região.

Saiba o que aconteceu durante o julgamento no período da manhã:

- Três testemunhas de acusação foram ouvidas pela manhã: duas afirmaram que viram a médica discutir com Emanuel e outra afirma que ela bateu no carro duas vezes

- O momento mais emocionante  foi quando a mãe viu pela primeira vez as fotos fotos dos filhos mortos. Emocionada, ela chegou a sair do salão do júri.  

- Mesmo com senhas, público formou filas desde as primeiras horas da manhã.

-  Primeiro dia do julgamento de Kátia Vargas começou com atraso de 1h30. Adovgados da Ordem dos Advogados do Brasil - seção Bahia, que sem estavam sem senha, protestaram e alegaram que teriam direitos de entrar no tribunal.

- Mãe de Emanuel e Emanuelle, Marinúbia Gomes, chegou no fórum  por volta de 6h30. "O sentimento é de confiança. Fé em Deus, fé na Justiça. A gente tem que ter, né?", disse a mãe de Emanuel e Emanuelle em entrevista ao CORREIO

- Pena da médica Kátia Vargas pode chegar até 60 anos, diz advogado de acusação  

- Na porta do Fórum, parentes e amigos dos irmãos Emanuel e Emanuelle se reuniram com cartazes para pedir justiça e a condenação da médica Kátia Vargas

- Marido de Kátia Vargas, médico oftalmologista Paulo Henrique Brito Pereira,  e seus dois filhos estão no Fórum Ruy Barbosa para acompanhar o julgamento


O que está previsto para acontecer hoje a tarde?
- Mais sete testemunhas estão previstas para serem ouvidas. Duas de acusação e cinco de defesa
- Médica Kátia Vargas pode ser ouvida após as testemunhas.