Salvador

Réveillon em Salvador: Show da Virada suspenso e Barra interditada

Decisões foram comentadas pelo prefeito ACM Neto durante coletiva de imprensa

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Durante coletiva de imprensa, nesta segunda-feira (7), o prefeito ACM Neto informou que o Show da Virada de Salvador, que aconteceria no dia 31 de dezembro, foi cancelado. Além disso, no dia do Réveillon a Barra será interditada para evitar aglomerações no local. 

A queima de fogos em diversos pontos da cidade, em locais que não serão divulgados por questões de segurança sanitária, estão mantidos.

Na coletiva, ACM Neto disse que a suspensão do show tem como objetivo chamar atenção da população que não há espaço para celebração diante da realidade atual.  "As coisas pioraram muito nos últimos 15 dias e, diante desse aumento expressivo, a entrada de 2021 não será de celebração, mas sim de preocupação. Essa é uma medida necessária para que todos fiquem atentos para o risco que estamos correndo de a segunda onda ser pior que a primeira. Por isso, sacrificar um projeto que a própria Prefeitura desenvolveu, de realizar a live da Virada Salvador mesmo com todos os protocolos sanitários e de segurança, é um recado de que nada poderá atrapalhar as medidas de proteção à vida", declarou o prefeito. 

A live de Réveillon seria realizada no Forte São Marcelo e teria apresentação de vários artistas, como Ivete Sangalo e Gusttavo Lima. De acordo com o prefeito da capital baiana, a suspensão não trouxe prejuízo, porque o evento teria patrocinadores privados e não foi gasto dinheiro público.