Salvador

Saiba o que precisa fazer para visitar a decoração de Natal do Campo Grande

A grande atração é o túnel de luz sincronizado com canções natalinas

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )
- Atualizada em

A decoração de luzes na capital baiana e a Vila de Natal, que este ano é denominada de Vila da Esperança, da praça Praça 2 de Julho, no Campo Grande, foi entregue na noite desta segunda-feira (30), pelo prefeito ACM Neto. O espaço estará aberto ao público já a partir desta terça-feira (1⁰), das 18h às 22h, mas para visitar é preciso fazer um agendamento através do site natal.salvador.ba.gov.br.

A Vila da Esperança possui mais de 1,7 milhão de lâmpadas, espalhadas por toda a Praça 2 de Julho. A grande atração é o túnel de luz sincronizado com canções natalinas, todo em LED e que possui 310 metros - um dos maiores do mundo neste gênero. Bem no meio da praça, a árvore de Natal chama a atenção, com seus 22 metros de altura.

Foto: Max Haack / Secom

Detalhes sobre agendamento e visitação

Os agendamentos são individuais e válidos apenas para uma pessoa. É permitido apenas um agendamento por dia e novos só podem ser feitos a cada cinco dias. Caso não compareça no dia escolhido, o usuário será bloqueado para novos agendamentos.

Para entrar, os visitantes devem apresentar Os agendamentos são individuais e válidos apenas para uma pessoa. É permitido apenas um agendamento por dia e novos só podem ser feitos a cada cinco dias. Caso não compareça no dia escolhido, o usuário será bloqueado para novos agendamentos. 

Serão disponibilizadas cinco sessões de visitação por dia, até 500 pessoas cada e em intervalos de 50 minutos. A permanência no local será de 30 minutos e 30 monitores se revezarão no trabalho de visita guiada com o público pelo espaço. Uma sirene será acionada para indicar às pessoas o momento de sair do local para a entrada de um novo grupo.

Foto: Max Haack / Secom

Pelo local, totens de orientação quanto ao distanciamento e álcool em gel estarão disponíveis aos cidadãos, que terão de usar máscara. Não haverá comércio de qualquer produto na Vila da Esperança, como forma de evitar aglomerações.

A decoração natalina e a Vila da Esperança foram montadas sob a coordenação da Diretoria de Iluminação Pública (Dsip), vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop). De acordo com o prefeito, a proposta foi pensada de maneira que afastasse a possibilidade de gerar aglomeração e agravar a pandemia do novo coronavírus.

"A intenção é permitir que todos pudessem celebrar o Natal e refletir o que queremos para 2021. Afinal de contas, 2020 foi um ano difícil e de superação, que deixa lições para a sociedade e para o ser humano, sendo a mais importante delas a de que devemos ser solidários. E como é um período que tem como costume os presentes, gostaria que Salvador tivesse como presente a consciência das pessoas de que a pandemia não acabou, que infelizmente continua matando e que precisamos seguir hábitos simples para preservar a nós mesmos, os familiares, amigos e demais pessoas próximas", afirmou ACM Neto.

Foto: Max Haack / Secom