Salvador

Salvador e RMS: atividades não essenciais seguem suspensas até o dia 15

Medidas visam conter o avanço da pandemia de Covid-19

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Para frear a disseminação da covid-19, a prefeitura de Salvador e Região Metropolitana anunciou a extensão das medidas restritivas até o próximo dia 15. 

A decisão foi tomada em conjunto, neste sábado (6), pelo governador Rui Costa, pelo prefeito da capital baiana, Bruno Reis, demais gestores da RMS, em reunião virtual.

"Após sete dias de suspensão das atividades não essenciais em nossa cidade, já começamos a observar uma pequena queda no número de casos ativos, mas ainda muito incipiente diante da gravidade que estamos vivendo neste momento. As UPAs ainda estão cheias: neste momento, 47 pacientes estão aguardando regulação para hospitais de campanha", disse o prefeito Bruno Reis [assista ao vídeo abaixo).

A ocupação dos leitos de UTI ainda estão acima de 80% na capital e RMS. 

Funcionam em Salvador e Região metropolitana apenas os serviços essenciais, ou seja, os serviços relacionados à saúde pública, alimentação e segurança.