Salvador

Salvador registrou 20 ameaças de queda de árvores nesta sexta-feira (22)

Defesa Civil da capital informou ainda que sete árvores caíram na cidade

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
Após o acidente que deixou uma pessoa morta e três feridos por conta da queda de uma árvore, a Defesa Civil de Salvador (Codesal) divulgou o balanço da chuva e ocorrências feitas nesta sexta-feira (22) na capital. Segundo o boletim, até as 17h21 foram recebidos 48 solicitações de emergência. Desses, três alagamentos de área, sete ameaças de desabamento de imóvel, quatro ameaças de deslizamento de terra, 20 ameaças de queda de árvore, sete árvores caídas, um desabamento parcial, três deslizamentos de terra, uma infiltração, uma orientação técnica e uma ameaça de queda de poste. A Codesal permanece com o plantão 24 horas atendendo às solicitações pelo telefone gratuito 199. Acidente

A árvore caiu por volta das 10h30, na Rua Coronel Almerindo Rehem, ao lado do Teatro Sesc Casa do Comércio, trecho que dá acesso ao Salvador Shopping. Berenice estava no local trabalhando e estava muito próximo à árvore no momento da queda. Segundo testemunhas, o vento estava muito forte.

Foto: Eli Cruz/ iBahia

"Ela estava trabalhando sozinha. Chegou aqui por volta das 6h. Como ficava na base da árvore, foi a mais atingida", conta o guardador de carros Luis Ferreira, 77. Outros dois ambulantes trabalhavam no entorno da árvore. Um deles é Jucelino José de Jesus, 27, que teve ferimentos leves, mas não quis ser atendido pela ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). "Foi tudo muito rápido. Quando a árvore caiu, um dos galhos bateu no carrinho [de lanche] que eu estava e me empurrou para fora da região onde a árvore caiu", contou o trabalhador. Jucelino sofreu uma lesão na perna direita e um corte nas costas. O terceiro ambulante que trabalhava próximo à idosa que morreu é Fábio Santana, 33. Ele vende roupas em cima de um carro, que também foi atingido pelos galhos da árvore. "Ventava muito forte. Em um segundo a árvore caiu no chão. Eu só escapei porque na hora saí para comprar um café", lembra assustado. "Ela estava muito perto da raiz e ficou segurando o carrinho para não ser levado pelo vento. Não teve como escapar", completou. Além do carro de Fábio, um Celta, outros três veículos, Corsa Sedan, Palio, Onix, foram atingidos pelos galhos da árvore, mas nenhum teve grandes avarias. Cerca de mais dez ambulantes trabalhavam no entorno, mas não tiveram ferimentos e nem prejuízo com o acidente.