Salvador

Samu transfere para Salvador vítimas mais graves de tragédia em Mar Grande

De acordo com a Prefeitura, a medida foi tomada para fornecer as vítimas um atendimento com suporte de alta complexidade

Redação iBahia (variedades@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Com número de mortes em 23 na tragédia envolvendo a embarcação Cavalo Marinho I que naufragou durante a travessia Mar Grande - Salvador, na manhã desta quinta-feira (24) na Baía de Todos os Santos, os médicos reguladores do Samu de Salvador estão transferindo os pacientes mais graves da UPA de Mar Grande e do Hospital Itaparica para unidades na capital.

De acordo com a Prefeitura de Salvador, a medida foi tomada para fornecer as vítimas do naufrágio um atendimento com suporte de alta complexidade na capital em unidades especializadas.

Segundo informações da Prefeitura, as unidades da Ilha já contabilizaram cerca de 100 admissões de pacientes envolvidos no acidente. O atendimento conta com 50 profissionais, 15 ambulâncias e uma lancha do Samu para auxiliar no resgate. Oito ambulâncias do serviço soteropolitano encontram-se na ilha para realizar a transferência dos pacientes.