Salvador

Supermercado foi "surpreendido" por ação policial que terminou com funcionário preso

Repositor de mercearia é suspeito por homicídios e foi preso em flagrante por tráfico de drogas

Redação Correio 24h
- Atualizada em

O supermercado G. Barbosa divulgou nota nesta quinta-feira (29) comentando a prisão de um funcionário do local. Ademir Reis dos Santos, 22 anos, é suspeito de ter participado de pelo menos cinco homicídios na área de Cajazeiras. Ele foi preso em flagrante por tráfico de drogas dentro do G. Barbosa da avenida Ogunjá.


Na nota, o mercado informa que foi surpreendido com a operação policial que resultou na prisão do funcionário. "O material apreendido pela autoridade policial foi encontrado dentro do armário pessoal, de uso e acesso exclusivo do referido empregado, e a empresa tomará as medidas cabíveis ao ocorrido", diz o texto.


A prisão aconteceu em cumprimento a um mandado de prisão temporária, expedido em 2011, depois de uma denúncia anônima. O mandado é referente à morte de uma adolescente assassinada no ano citado. Os policiais fizeram uma revista no armário do funcionário, que era repositor de mercearia, e encontraram 27 trouxinhas de crack e 16 papelotes de cocaína.


Em depoimento à delegada Clelba Regina Teles, o suspeito confessou que trafica drogas. Ele vendia cada papelote de cocaína a R$ 20. Segundo a delegada, o suspeito faz parte de uma quadrilha de traficantes que participou de homicídios em Cajazeiras IV.


Matéria original: Correio 24h

Supermercado foi "surpreendido" por ação policial que terminou com funcionário preso