Salvador

Suspeito de matar funcionário público se entrega à polícia na tarde desta segunda (20)

Michel Sá foi encontrado morto atrás de um shopping na Paralela após sair para negociar a venda de um carro

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

O suspeito de ter assassinado o funcionário público Michel Sá, de 35 anos, na última quinta-feira (18) irá se entregar a polícia na tarde desta segunda-feira (20). As informações foram passadas às TV Bahia pelo advogado deste homem de 22 anos que trabalha com compra e venda de veículos.

Foto: Reprodução/Redes Sociais
Ainda segundo a TV Bahia, ele afirmou que teria realmente almoçado com o ex-assessor parlamentar para negociar a venda do carro e estaria com o dinheiro para realizar a transferência, mas depositou o valor em outra conta. Ele alegou ter sido vítima também de um golpe.

A TV Bahia questionou o motivo do porte da arma de fogo e do assassinato, mas o advogado do suspeito não soube responder as perguntas.

Michel Sá foi encontrado morto atrás do Shopping Paralela na última sexta-feira (17) após ter saído para negociar a venda de um carro que anunciou em uma página na internet. A família chegou a registrar o desaparecimento do funcionário público na polícia.
Segundo a polícia, este seria um dos suspeitos de ter matado Michel (Foto: Reprodução/TV Bahia)
Imagens da câmera de segurança mostram o suspeito apontado como autor do crime na escada rolante do centro de compras. De acordo com as investigações, pelo menos três pessoas estariam envolvidas na morte de Michel Sá. O carro dele foi encontrado neste sábado (18), nas proximidades do shopping Bela Vista.

Miguel, que era casado e deixa um filho. Ele foi assessor parlamentar de alguns políticos e atualmente estava trabalhando como assessor na diretoria da Companhia de Processamento de Dados da Bahia (Prodeb). Ele era funcionário do local desde 2007.