Salvador

"Temos que aprender a cuidar do que é nosso", diz autora das Gordinhas de Ondina após pichação

Segundo a Fundação Gregório de Matos, toda a escultura foi restaurada no final do ano passado

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Internautas flagraram na tarde desta quarta-feira (24), um dos monumentos mais conhecidos de Salvador, as "Gordinhas de Ondina", com pichações. Na perna de uma delas, estava escrito a palavra "assassina". Por telefone, ao iBahia,  Eliana Kertész, autora das Meninas do Brasil, conhecida popularmente como "As Gordinhas de Ondina", lamentou a situação. "Não consigo entender essa agressão. Os soteropolitanos que acabam perdendo. Temos que aprender a cuidar do que é nosso, a escultura apenas traz benefício. É necessário que as pessoas aprendam a ter um amadurecimento social", afirmou. Leia mais:

Vigilante suspeito de atirar em aluno da Ufba se apresenta à Polícia Federal

Beleza e degradação dividem espaço em locais públicos de Salvador

Trabalhadores do metrô são presos pichando praça no Retiro

Torcedores da Holanda danificam carros em bairro de Salvador

Segundo a Fundação Gregório de Matos, toda a escultura foi restaurada no final do ano passado

De acordo com a Gerência de Arquivo Histórico Municipal, órgão da Fundação Gregório de Matos, responsável pela manutenção dos monumentos da cidade, o caso teria acontecido durante a Copa do Mundo e que eles já contactaram o restaurador para fazer as devidas limpezas. Ainda segundo o órgão, toda a escultura foi restaurada no final do ano passado.