Salvador

Torcedor do Vitória é baleado em Paripe; agressores gritaram 'aqui é Bamor'

Agressores vestiam camisas do Bahia

Redação Correio 24 horas

O torcedor do Vitória Tiego Santos Silva, de 24 anos, foi baleado por volta das 11h deste domingo (08) na Estada da Cocisa em Paripe. Tiego, segundo registro feito no posto policial do Hospital do Subúrbio, foi alvejado nas costas e nas nádegas. Na situação, outro torcedor do Vitória, foi agredido com um soco no olho. Neste domingo acontecerá a final do campeonato baiano onde o Bahia e o Vitória disputam o título do estadual de futebol. 

De acordo relato de testemunhas ouvidas pelo CORREIO, Tiego estava junto com o amigo quando um táxi com quatro homens e uma moto com dois homens parou e inciou as agressões. "Eles chegaram gritando 'aqui é Bamor, aqui é Bamor' e já meteram bala nos meninos. Tiego correu e foi atingido pelos dois tiros. O outro rapaz eles deram um soco no rosto", relatou uma testemunha. 

Outra testemunha informou que alguns dos agressores vestiam camisas do Bahia. "Não deu pra ver se todos estavam vestidos porque na hora todo mundo começou a correr", relatou. Tiego foi socorrido para o Hospital do Subúrbio, onde passa por cirúrgia. Os agressores fugiram após o ataque. A Polícia Civil investiga o fato. 

Pela manhã, três homens foram baleados por volta das 8h30 na sede da torcida organizada do Bahia, a Bamor, no bairro do Tororó, em Salvador. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) dois homens em um HB 20 branco efetuaram disparos  contra integrantes da Bamor na porta da sede da entidade localizada na Travessa Florêncio Passos, no bairro do Tororó.

Torcida única 

Através de ofícios encaminhados à Federação Bahiana de Futebol (FBF) e à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) recomendou a adoção de torcida única nos clássicos da final do Campeonato Baiano. 

O promotor de Justiça do Consumidor, Olímpio Campinho Júnior, citou os episódios de violência protagonizados por torcedores de Bahia e Vitória no primeiro clássico do ano passado e também no deste ano como embasamento para a nova recomendação “de torcida única nos próximos e futuros jogos de futebol entre E.C. Bahia e E.C. Vitória, quando apenas torcedores dos times mandantes poderão comparecer ao estádio”.

No ofício, o promotor afirmou que a Polícia Militar concorda que "a medida de torcida única é positiva e eficaz para impedir conflitos violentos dentro e fora dos estádios".

A Federação Baiana de Futebol  acatou a recomendação. Com isso, todos os ingressos para o primeiro jogo da decisão estadual, domingo (1º), na Fonte Nova, foram destinados a torcedores do Bahia. E só a torcida do Vitória será contemplada no dia 8 de abril, no Barradão.