Salvador

Tribunal de Justiça aceita denúncia contra ex-secretário Almiro Sena

Almiro Sena foi acusado de assédio sexual e moral em maio de 2014

Redação Correio24h (redacao@correio24horas.com.br)
- Atualizada em

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) aceitou a denúncia contra Almiro Sena, ex-secretário de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos da Bahia (SJCDH), acusado de assédio moral e sexual contra servidoras da secretaria. A decisão foi tomada, com unanimidade, em sessão plenária nesta sexta-feira (8).


Denúncia está sendo investigada e corre em sigilo na Justiça.
(Foto: Manu Dias/Agecom)


De acordo com informações da assessoria do TJ-BA, a partir de agora as testemunhas e o réu serão ouvidas e começará também a coleta de provas. O processo segue em segredo de justiça.A representação formulada contra o ex-secretário foi feita no dia 28 de maio de 2014. Seis dias depois, Almiro Sena pediu exoneração do cargo. No dia 4 de junho o então governador Jaques Wagner acatou o pedido. Almiro, que também foi afastado das atividades na promotoria que atuava no Ministério Público no dia 4 de novembro, nega as acusações.Empossado em janeiro de 2011, o secretário integrou o Conselho Estadual de Direitos Humanos entre 2008 e 2009, além de atuar como promotor há 22 anos.