Salvador

Turista de 19 anos é estuprada durante assalto na praia de Itapuã

Vítima estava acompanhada do namorado, que contou a violência do assaltante: 'Ele disse que estava doido para matar gente'

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Uma turista de 19 anos foi estuprada durante um assalto na última terça-feira (8) à noite, no bairro de Itapuã, em Salvador. Ela estava acompanhada do namorado, de 27 anos. O casal é natural do Piauí.

Em entrevista à TV Bahia, o homem contou que dois criminosos abordaram o casal e demonstravam violência. "Eu só pensava que ia matar a gente. Ele disse que estava doido para matar gente", relatou.

"A gente veio andando pela praia e resolvemos sentar numa pedra. A praia estava cheia, mas começou a esvaziar. Depois dois homens chegaram por trás dizendo: 'É assalto, é assalto. Você é polícia? Passa tudo. Ele pediu dinheiro e eu disse que o dinheiro estava no hotel. Ele então mandou que eu fosse no hotel pegar o dinheiro e disse que se eu não voltasse, ele mataria a minha namorada. Quando eu saí, ao invés de ir para o hotel fui para delegacia", contou à TV Bahia o turista.

Quando retornou ao local, a mulher e os assaltantes já não estavam lá. "Ele me levou para trás de uma pedra e me estuprou. Depois, quando viu as luzes da viatura da polícia, ele me puxou pelo braço e disse que era pra eu fingir que éramos um casal e começou a correr", disse a vítima.

Crime aconteceu no bairro de Itapuã (Foto: Reprodução/TV Bahia)

Ela conta ainda que sofreu diversas ameaças de morte do suspeito durante a ação. Eles pararam na frente de um condomínio e, após sair da frente da portaria, o homem parou em uma rua do bairro. Segundo a vítima contou à TV Bahia, foi o momento que ela aproveitou para fugir.

"Ele disse: 'Fique aqui e daqui a meia hora eu volto para pegar o dinheiro'. Então eu aproveitei e fugi. Fui me escondendo atrás dos carros, suspeitava que ele estava me vigiando. Voltei no condomínio que ele [o assaltante] pediu água. O porteiro disse que não tinha como me ajudar", relatou a mulher.



Após conseguir voltar para o hotel onde estava hospedada e encontrar o namorado, o casal registrou o crime nas delegacias de Itapuã, do Turista, que fica no Centro Histórico de Salvador, e na Central de Flagrantes, na região do Iguatemi.

Ela ainda foi atendida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e passou por exame no Departamento de Polícia Técnica (DPT). Além do estupro, ela machucou um joelho em uma pedra na praia.

O casal resolveu antecipar a volta para casa e deve ir para o Piauí já nesta quinta-feira (9). Era a primeira vez dos dois na capital baiana.