Salvador

Veja a programação da tradicional Trezena de Santo Antônio

Culto ecumêmico, procissão e lavagem de escadaria serão realizados entre os dias 1º e 13 de junho

Redação iBahia (redaao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A tradicional trezena de Santo Antônio, realizada pela Paróquia do Santo Antônio Além do Carmo, será realizada entre os dias 1º e 13 de junho e contará com um culto ecumênico, procissão e lavagem.

Foto: Divulgação/ Secom Prefeitura de Salvador
No dia festivo (13), haverá alvorada às 6h e missas às 7h, 9h30, 11h pela cura e libertação e às 16h30. A partir das 17h30, os devotos sairão em procissão de Santo Antônio, juntamente com as Irmandades de Santo Antônio e a do Divino Espírito Santo.

Além de movimentos da paróquia , da comunidade, dos devotos, da presença do pároco e da imagem de Santo Antônio, que juntos percorrerão as principais ruas dos bairros de Santo Antônio Além do Carmo e Barbalho, retornando para a Paróquia

No domingo (02), segundo dia da trezena, realizada na paróquia há 241 anos, as missas acontecerão às 8h e às 10h. É neste último horário que acontecerá a missa solene, com a presença do Imperador Divino, representado por um garoto, geralmente da comunidade, com idade entre sete e 12 anos.

A Festa do Divino incluí missa, o Bando Anunciador, este ano, regida pelo maestro Fred Dantas, além do cortejo das fanfarras estudantis que passará pelas ruas do Santo Antônio Além do Carmo e a libertação de dois presos.

Vale salientar, que a escolha para a soltura dos presos é feita com base em um decreto presidencial, que recai sobre o perdão e a pregação. Essa não é uma ação exclusiva do Brasil, é uma tradição histórica dentro e fora do país.

Saindo da porta da Igreja, o tradicional cortejo do Menino Imperador e o Bando Anunciador irá  desfilar pelas ruas do Santo Antônio Além do Carmo até o Barbalho com fiéis acompanhando lado a lado, das sacadas e nos passeios das ruas, encantado e atendo a todas manifestações do festejo.

Simultaneamente, na concentração saindo do Forte do Barbalho, um segundo cortejo com o Afoxé Filhos de Gandhy, Muzenza, Didá e Ilê Aiyê, entre outras entidades, que também sairá em desfile pelas ruas do Barbalho, e na rua Siqueira Campos, une-se ao cortejo do Bando Anunciador para no caminho agrupar-se ao bloco De Hoje a Oito e ao Maracatu Nação Acasa Ori Asé. Em seguida, todos se dirigiram para o encerramento do evento na porta da Paróquia de Santo Antônio Além do Carmo para a lavagem da escadaria.