Salvador

Vigilantes da Ufba decretam greve por tempo indeterminado

De acordo com o Sindicado dos Vigilantes (Sindivigilantes), a instituição de ensino possui uma dívida de mais de 15 milhões com a empresa

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Os vigilantes que prestam serviço para a Universidade Federal da Bahia  (UFBA) decretaram greve por tempo indeterminado a partir desta terça-feira (27). A decisão foi tomada por uma assembleia realizada nesta manhã na portaria do campus de Ondina. As informações são do G1 Bahia.

De acordo com o Sindicado dos Vigilantes  (Sindivigilantes), a instituição de ensino possui uma dívida de mais de 15 milhões com a empresa que possui o contrato de terceirização de cerca de 380 vigilantes que trabalham no local.

A categoria disse ainda ao G1 Bahia que a empresa garantiu o salário deste mês, mas não garante o pagamento dos outros meses. Por este motivo, o sindicato decidiu paralisar as atividades.

O iBahia tentou entrar em contato com a UFBA para saber se as aulas seguirão normalmente ou serão suspensas, mas não obteve retorno.