Salvador

Jovem morto se declarou para esposa aniversariante antes do crime

De acordo com a Central de Polícia, o crime aconteceu por volta das 10h, na Rua 1º de Maio

Redação iBahia
08/05/2016 às 17h10

3 min de leitura
Morto nesta manhã em Pernambués, Adalto Cezar Santos, 26 anos, iria celebrar neste domingo (8) o aniversário da esposa, Diana dos Santos, que completou hoje 25 anos. Pouco antes da meia noite, ele usou seu perfil no Facebook para deixar parabéns à mulher e se declarar. “Feliz aniversário, Deus a abençoe! Nunca se esqueça que você tem em mim um ponto de apoio, um aconchego em todas as situações”, publicou ele.”Eu amo a tanto, e você sabe. Sou apaixonado por nosso relacionamento (…) Só sei dizer que sou feliz com você. Hoje faço questão de estar presente neste dia maravilhoso que é seu aniversário“, continuou Adalto. Os dois estavam juntos há dez anos. 

Diana e Adalto (Foto: Reprodução/Facebook)

De acordo com a Central de Polícia, o crime aconteceu por volta das 10h, na Rua 1º de Maio. Segundo Diana, o marido cortava cabelo em frente a casa nos finais de semana para complementar a renda porque ela estava desempregada. Ele estava cortando cabelo quando os bandidos chegaram. “Quando ele estava cortando o cabelo veio os homens com umas armas enormes e começaram a atirar. Os meninos correram, só que ele não correu porque ele sempre disse que ele não deve, ele é trabalhador. Ele sempre me falou: ‘Olhe Diana, se a polícia ou o ladrão entrar aqui atirando eu não vou correr porque eu não devo. Se eu morrer, vão ter derramado o sangue de um inocente”, contou Diana ao CORREIO. Ele foi atingido por oito perfurações de arma de fogo, inclusive na cabeça. Um outro morador da região, Edmilson Santos Rocha, foi baleado no pé e socorrido por outros moradores para o Hospital Roberto Santos. Não há informações sobre o estado de saúde dele. De acordo com familiares e moradores do local, foram pelo menos três feridos na ação dos bandidos. Eles foram identificados como Roque Sandro Souza dos Anjos, 33, baleado no abdômen, Edmilson Santos Rocha, 29, ferido no pé direito, e Marlos Alves Conceição de Souza, 24, atingido na panturrilha esquerda. Os três foram socorridos por populares para o Hospital Geral do Estado (HGE). Diana contou que tentou descer para ajudar o marido, mas foi ameaçada pelos bandidos. “Eles apontaram a arma para mim e para minha tia dizendo que se a gente descesse, eles iriam atirar na gente também. A gente voltou e quando eu desci meu marido já estava caído sem vida”, desabafou Diana.

Correio24horas