Saúde

Agora é a vez deles: saiba quais legumes devem ter no seu prato para emagrecer

A nutricionista Michelle Troitinho listou alguns legumes para incluir na alimentação e seus benefícios para saúde

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)


Quer emagrecer? Você precisa incluir legumos em seu cardápio diário. De acordo com a nutricionista Michelle Troitinho, do Kurotel, esses alimentos possuem um baixo valor calórico e alto teor de fibras, que promovem mais saciedade.

Para te ajudar a entender a importância dos legumes no emagrecimento, Michelle Troitinho listou alguns legumes para incluir na alimentação e seus benefícios para saúde. Confira:

Foto: reprodução
1- Abobrinha: rica em vitaminas A, B1, B2, B6 e C, colina, ácido fólico, potássio, fósforo, zinco e magnésio.  Possui compostos antioxidantes, luteína e zeaxantina, responsáveis pela saúde dos olhos e proteção da degeneração macular e catarata.

As vitaminas A e C, têm propriedades anti-inflamatórias, fortalecendo o sistema imunológico e reduzindo o estresse oxidativo celular. A sua casca é uma excelente fonte de fibras que ajuda no bom funcionamento do intestino.

2- Cará: é um tubérculo do mesmo grupo alimentar da mandioca e do inhame. É um alimento energético de fácil digestão, fonte de fibras, potássio, fósforo, vitaminas do complexo B, cálcio, magnésio e manganês. O cará auxilia no fortalecimento do sistema imunológico e no funcionamento adequado do metabolismo.

3- Inhame: é um tubérculo pertencente as várias famílias das dioscoreáceas. É um alimento de excelente fonte energética e de fibras solúveis. Rico em vitaminas A, B1, B2, B3, B6, C, ácido pantotênico e ácido fólico, e dos minerais potássio, ferro, cálcio, cobre, fósforo e magnésio. Possui propriedades benéficas para a saúde feminina porque ameniza os sintomas da TPM e da menopausa, devido a presença de diosgenina, um fitoesterol que melhora a síntese dos hormônios femininos. As fibras presentes no inhame auxiliam no controle do LDL-colesterol e da glicemia.

4- Abóbora: é fonte de potássio, cálcio, fósforo, magnésio, zinco, fibra, vitaminas A, C, E e complexo B. Contém carotenóides, que são componentes antioxidantes que o corpo transforma em vitamina A. Esses nutrientes auxiliam na proteção da pele contra os malefícios da luz solar e protege o organismo de doenças crônicas, como: doenças cardíacas e câncer e também previne problemas de visão.

As vitaminas do complexo B ajudam no funcionamento do sistema nervoso, previnem doenças neurológicas e proporcionam mais energia ao organismo. Também é recomendada para quem quer emagrecer e para pessoas diabéticas, pois é um alimento rico em fibras, possui em sua composição carboidratos de baixo índice glicêmico, além de proporcionar saciedade.

5- Rabanete: raiz que contém muitos nutrientes como ácido sulfociânico, isotiocianatos, fibras, vitamina C, vanádio, vitamina A, vitaminas do complexo B, cobre, magnésio, zinco, potássio, cálcio, ferro, fósforo, sílicio e antioxidantes. Fortalece o sistema imunológico, atua na prevenção de câncer e doenças cardiovasculares, no controle da pressão arterial e no funcionamento adequado dos rins e fígado.
Foto: reprodução
6- Pimentão: o pimentão contém também vitamina C, vitamina A, minerais como o cálcio, fósforo, ferro e capsorubina (antioxidante e protetor das células). Possui propriedades que auxiliam na saúde da pele, cabelos e unhas.

7- Ervilha: é fonte de vitaminas B1, B2, B3, B6, ácido fólico, ferro, Vitamina C, vitamina K, carotenóides, fibras e proteínas. Auxilia na proteção cardiovascular, manutenção da saúde óssea, metabolismo de carboidratos, proteínas e lipídios, prevenção de anemia, proteção antioxidante, funcionamento do intestino, controle da glicemia e colesterol.

8- Cogumelos: são fontes dos aminoácidos: arginina, glutamina, lecitina e ricos em fibras. O cogumelo possui vitaminas do complexo B e ácido fólico, e dos minerais selênio, cobre, potássio, fósforo, zinco, manganês, magnésio, ferro, cálcio. Também é fonte do aminoácido triptofano, que ajuda no controle do estresse, ansiedade e do humor.

- Champignon apresenta alta quantidade de fósforo, mineral que junto com o cálcio atua no fortalecimento do sistema ósseo. Em média a cada 100g de champignon tem 113g de fósforo.

- funghi é rico em vitaminas B2 e B6, auxiliam na melhora do humor, além de controlar o stress, e melhorar dores de cabeça, insônia, desconforto gástrico.

- Shimeji, contém uma boa quantidade de potássio. A cada 100g de shimeji tem cerca de 400mg de potássio, mineral ajuda no controle da pressão arterial e no processo de contração muscular.

- Shitake é fonte vitaminas do complexo B, E e C, além dos minerais cálcio, ferro e potássio. Nutrientes que ajudam no bom funcionamento do organismo.