Saúde

Alimentação saudável: saiba quais alimentos investir durante a estação mais quente do ano

No Verão, recomenda-se o consumo de frutas com maior proporção de água em sua composição

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

O verão chegou e, junto com ele, o período de festas de fim de ano, férias e muitas mudanças na rotina. O problema é que as comemorações chegam acompanhadas de muitos exageros, os maiores vilões da qualidade de vida. De acordo com a gastroenterologista do Dra. Maria Adelia Almeida uma alimentação saudável e equilibrada é uma tarefa que deve ser cumprida durante o ano todo.

“No Verão, devemos ter um cuidado especial em virtude das temperaturas mais elevadas levarem a uma maior perda de líquidos e minerais, devido à transpiração excessiva”. Então, além de ajudar aqueles que desejam entrar em forma, escolher os alimentos certos vai deixar o corpo mais preparado para enfrentar o calor.

“Dessa forma, deve-se ter uma boa hidratação com maior consumo de água, chás gelados, sucos naturais e líquidos em geral, em especial a água de coco, considerado isotônico natural, além de refeições mais leves à base de frutas, verduras e legumes, cereais integrais, carnes brancas de peixes e aves, carnes vermelhas magras, evitando frituras e alimentos gordurosos”, destaca a médica.

Quando o assunto é alimentação saudável, as frutas desempenham um papel fundamental. “As frutas devem compor uma alimentação balanceada sempre, pois como se sabe, são fontes de vitaminas, como C, A, B, minerais e fibras. No Verão, em função não apenas do calor, mas também da maior prática de exercícios físicos, recomenda-se o consumo daquelas com maior proporção de água em sua composição, em função de sua alta capacidade de hidratação”, afirma Maria Adelia. 

Já sobre os vilões para a saúde, a gastroenterologista destaca o sal e açúcar. Obesidade, diabetes, hipertensão arterial e doenças cardiovasculares são algumas das doenças que estão associadas ao excesso desses ingredientes.

“Quanto ao sal, a principal estratégia é evitar o consumo de alimentos processados, enlatados e congelados, dando preferência a alimentos frescos, in natura. Além disso, é possível sua substituição por outros temperos como ervas, limão, cebola e alho, por exemplo.

Já em relação ao açúcar, a dica é ficar atento ao açúcar das bebidas, principalmente dos refrigerantes, e substituir os doces tradicionais por frutas. O segredo é: descasque mais e desembale menos”, finaliza a médica.