Saúde

ANS suspenderá a venda de 51 planos de saúde de dez operadoras; veja lista

Medida reflete as reclamações de consumidores à agência sobre problemas com atendimento

Agência O Globo

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) vai suspender a venda, a partir do próximo dia 6,  de 51 planos de dez operadoras. A suspensão reflete as reclamações de consumidores quanto a qualidade assistencial dos planos registradas na agência no segundo trimestre deste ano, como antecipou o colunista Lauro Jardim . Somados os 51 planos atendem cerca de 278,6 mil beneficiários, que terão mantida a garantia à assistência regular.

Confira a lista dos planos de saúde que não poderão ser vendidos

O Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento da ANS acompanha o desempenho do setor e atua na proteção dos beneficiários. Nessa lógica, as empresas só podem voltar a comercializar os planos suspensos quando normalizarem o atendimento aqueles consumidores que já são seu beneficiários.

O diretor de Normas e Habilitação dos Produtos, Rogério Scarabel, explica que nesse monitoramento são levadas em conta as queixas que se referem ao descumprimento dos prazos máximos para realização de consultas, exames e cirurgias ou negativa de cobertura.

Neste ciclo de monitoramento, a agência vai liberar a comercialização de 28 planos de saúde de 11 operadoras. Eles haviam sido suspensos em ciclos anteriores, mas melhoraram os resultados do monitoramento e, com isso, poderão voltar a ser vendidos também a partir do dia 6. No portal da ANS é possível conferir quais são as operadoras com todos os planos reativados e aquelas que ainda têm alguns contratos impedidos de venda.