Saúde

Bem estar: confira três exercícios de mindfulness para acalmar as crianças na quarentena

Especialista indica atividades práticas e lúdicas

Redação iBahia (redaca@portalibahia.com.br)

Com a suspensão das aulas por conta da quarentena, as crianças deixam de gastar energia na escola, no parque, na praça ou no clube e passam mais tempo dentro de casa. Nesse momento, os pais devem buscar maneiras de entreter os filhos, mas, quando a criatividade acaba, é preciso buscar outras opções para desenvolver equilíbrio emocional, foco e atenção das crianças nesse período.

Quem explica isso é Vivian Wolff, coach especialista em desenvolvimento humano e mindfulness pelo Integrated Coaching Institute (ICI). “A prática de mindfulness, por exemplo, é um recurso suave e fácil para aumentar a concentração, podendo ser inserido na rotina das crianças e trazendo benefícios duradouros de desenvolvimento, quando praticado regularmente”.

Segundo Vivian, a atividade deve ser feita de forma lúdica, com uso de brinquedos, objetos simples, alimentos, movimentos leves e música. Confira três atividades indicadas por ela:

Amigos da respiração
Essa atividade serve para desenvolver a atenção plena através da consciência do corpo e dos movimentos da respiração. Vivian orienta que é preciso pedir para seu filho deitar e colocar um bichinho de pelúcia em cima de seu estômago. Diga para ele respirar profundamente, enchendo e esvaziando a barriga, prestando atenção no sobe e desce do bichinho durante os movimentos de inspiração e expiração. Após a percepção do movimento, diga a ele que fique assim por 1 ou 2 minutos, respirando normalmente, apenas notando o sobe e desce do brinquedo.

Como um sapinho na lagoa
Essa atividade serve para desenvolver calma e relaxamento corporal. Sente com seu filho com as pernas cruzadas, em posição de meditação, e vá guiando o exercício por alguns minutos, usando a sua imaginação. Diga: vamos brincar de ser um sapo sentado muito, muito quietinho em uma folha bem grande no lago. Enquanto você se senta na folha, Sr. Sapo, respire. Mas tenha cuidado. Se você se mexer demais, sua folha tombará, e você acabará na água. 

Então, apenas observe enquanto sua barriga de sapo incha e desincha. Veja como você consegue ficar parado, como uma estátua, prestando atenção no que está acontecendo ao seu redor. Você está tranquilo e respirando, armazenando sua energia. Observe como sua barriga aumenta e diminui, Sr. Sapo. Tente fazer 5 ou 6 ciclos completos de respiração. O exercício foi adaptado do livro "Quietinho feito um sapo", de Eline Snel.

Ondas no mar
Essa atividade serve para aumentar a consciência e o foco na respiração. Peça para seu filho desenhar várias ondas bem altas em um papel, daquelas contínuas, que treinam o grafismo infantil. Depois, peça para ele traçar o desenho com o dedinho, inspirando quando estiver no pico da onda e expirando quando estiver descendo a onda. Faça em todas as ondas do papel e, se quiser, repita.

Dicas extras
Segundo Vivian, quanto mais curtas as sessões de mindfulness (4 a 5 minutos), melhor a resposta das crianças, principalmente no começo. Comece devagar e avalie. Algumas crianças são capazes de fazer sessões mais longas, dependendo da idade e do temperamento.

“Se as crianças estiverem inquietas no início ou se sentirem desconfortáveis em ficar sentadas em silêncio, incentive-as gentilmente a continuar tentando e elogiando seus esforços. Continue introduzindo e praticando de forma bem curta, até que a criança vá se acostumando. Com a prática regular, você descobrirá que as crianças não apenas aprimoram as técnicas, mas também começam a usar por conta própria”, afirma Vivian.