Saúde

Boa alimentação: confira sete dicas para melhorar sua relação com a comida

Especialista indica a importância de prestar atenção nos sinais que o próprio corpo dá

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Mudar hábitos alimentares é difícil, mas não impossível. A chave para isso está em levar mais consciência para as escolhas e prestar muita atenção nos sinais que o próprio corpo dá. "Observar nossa alimentação é uma forma de autoconhecimento", diz Camila Espinosa, especialista em alimentação consciente e instrutora do PositivApp, aplicativo brasileiro de meditação e bem-estar. 

Segundo Camila, estar presente e observar as sensações provocadas pela relação com a comida é chave essencial no processo de mudança de hábitos alimentares. Para ajudar nisso, a especialista reuniu sete dicas para melhorar nossa saúde alimentar. Confira abaixo:

- Dia 1
Observe seu corpo agradecendo por cada parte dele. Mentalize sua capacidade de fazer escolhas saudáveis.

- Dia 2
O sentimento de culpa ao se alimentar está associado a uma restrição. Uma dica para mudar é associar a comida à permissão e relevar pequenos deslizes. “É importante pensar na inserção de hábitos saudáveis ao invés da restrição dos hábitos menos salutares”, orienta Camila.

- Dia 3
Sistemas de crenças podem sabotar o bem-estar. A carência afetiva pode fazer com que uma pessoa consuma mais gordura. De forma inconsciente, a falta de algo é suprida pela comida. “Reflita sobre os seus verdadeiros desejos”, diz a especialista.

- Dia 4:
Comprometimento e foco vêm da autoconfiança. Acreditar na própria força interna é fundamental para atingir seu resultado a médio e longo prazo. Se comprometer consigo mesmo exige tempo, paciência e resiliência. “Tanto a autoconfiança quanto a resiliência podem ser fortalecidos com uma atitude positiva diante das adversidades”.

- Dia 5
Desenvolver o amor e a gratidão pela comida é fundamental, uma das formas é saudar a origem dos alimentos e a energia que eles são capazes de nos fornecer. Camila explida que "o conceito de mindful eating vai muito além de estar com sua atenção e foco presentes nas refeições”.

- Dia 6
Devido a agitação do mundo moderno, muita gente parou de escutar os sinais do corpo. Prestar atenção às pistas de saciedade que o corpo dá ajuda a parar de comer quando já se está satisfeito. Intencionalmente, coloque toda sua atenção no que está acontecendo no seu corpo durante a alimentação, respeitando seus limites.

- Dia 7
As visualizações são muito poderosas para trazer resultados. Visualize mentalmente em detalhes os seus objetivos já realizados e a sensação que realizar seus objetivos causa em seu corpo. Sinta como se já tivesse alcançado sua meta.