Saúde

Coronavírus: McDonald’s realiza curso online e gratuito sobre segurança alimentar

A rede fechou as operações de todos os seus restaurantes em todo Brasil desde segunda-feira (23)

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A McDonald’s irá realizar um curso online sobre ‘segurança alimentar’ para micro e pequenos empresários do setor de alimentação nesta sexta-feira (27). Para participar, basta se inscrever através do site até amanhã (26). As vagas são limitadas. 

O curso será dividido em três pilares: Segurança Alimentar, Higiene e Desenvolvimento Sustentável. Essas áreas são importantes para assegurar medidas de prevenção de contaminação por microrganismos, incluindo o novo Coronavírus. 

Para Paulo Camargo, presidente da Divisão Brasil da Arcos Dorados, compartilhar o conhecimento é crucial para que o cenário desafiador seja superado. “O momento exige comprometimento de todos para proteger a população. Acredito na união de forças para que o país possa superar esse momento de pandemia causada pelo novo Coronavírus”, disse.

Para ajudar no combate ao Coronavírus, a empresa vai doar refeições aos profissionais de saúde de instituições distribuídas por todo o país. A ação será expandida para várias praças brasileiras ao longo desta semana por meio do programa Bom Vizinho.

A rede fechou as operações de todos os seus restaurantes em todo Brasil desde segunda-feira (23), mantendo apenas os serviços de Delivery, Drive Thru e, em alguns casos, pedidos para viagem. A ação é uma forma de minimizar a circulação de pessoas, que é uma das principais orientações das autoridades para conter a transmissão do vírus. 

Além disso, a empresa estabeleceu um protocolo especial para a operação de seus serviços que serão mantidos, como a demarcação de áreas de distanciamento social nos restaurantes, disponibilização de produtos para higienização das bolsas dos entregadores e lavagem de mãos, cuidado no condicionamento de produtos. Assim como, reforço dos protocolos de higiene em todos os restaurantes da rede, como aumento na frequência da limpeza de equipamentos e totens de atendimento, ampliação do número de dispensers de álcool em gel, entre outros.

A empresa já implementou também o home office ou licença remunerada para seus colaboradores que pertencem ao grupo de risco, em todos os setores, inclusive restaurantes.