Saúde

Dia do coração: cardiologista dá dicas para manter a saúde do órgão

Cerca de 17,5 milhões de pessoas morrem por ano vítimas de doenças cardiovasculares

Luiz Fábio Almeida* (luiz.almeida@redebahia.com.br)
- Atualizada em
As doenças cardiovasculares se tornaram a primeira causa de morte em todo o mundo. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgados nesta quinta-feira (29), em razão do Dia Mundial do Coração, cerca de 17,5 milhões de pessoas morrem todos os anos vítimas de doenças no órgão.Em entrevista ao iBahia, o diretor do Departamento de Prevenção Cardiovascular (Funcor) Dr. Joberto Sena alerta para os cuidados que devem ser tomados desde a infância. "A gente vive uma epidemia da obesidade infantil, muito em função da alimentação industrializada e do sedentarismo. Os pais tem que servir de exemplo e dar esse exemplo para os filhos", afirmou o cardiologista.
Doenças cardiovasculares são as principais causas de mortes em todo o mundo
(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
O especialista explicou que grande parte das vítimas de doenças cardiovasculares possuem comportamentos não-saudáveis, como uma dieta desequilibrada - incluindo o excesso de sal -, o tabagismo e a prática de atividade física não-adequada. "É importante cuidar do coração, pois ele cuida de você. Quando ele para é uma parada cardíaca. Isso só vai continuar se você não tomar cuidado", alertou Sena, que disse que os casos mais frequentes das doenças estão em grupos formados por pessoas de 15 a 69 anos: "É um grupo relativamente jovem, onde pacientes estão em fase laboral"."Tem pessoas que possuem a hipertensão arterial e vivem anos e anos e nem sabem que possuem. A ação [do Dia do Coração] tem essa intenção de alertar a população para fazer medidas preventivas, uma delas é controlar a diabete, não ficar parado e manter uma alimentação saudável", pontuou o médico.A OMS também mostrou que que mais de 75% das mortes provocadas por doenças cardiovasculares são registradas em países de baixa e média renda, sendo que 80% dos óbitos são causados especificamente por ataques cardíacos e derrames. No Brasil, uma em cada três pessoas morrem em decorrência dessas doenças, como sinalizou Sena. Confira seis dicas para evitar as doenças cardiovasculares:Fazer regularmente a aferição da pressão arterial;
Evitar o tabagismo;
Manter uma dieta equilibrada - comer pouca gordura saturada;
Fazer atividade física regularmente, pelo menos 30 minutos por dia;
Reduzir o estresse diário;
Manter o controle adequado do nível do colesterol.*Sob orientação e supervisão de Rafael Sena