Saúde

Dica certeira: saiba por quanto tempo você precisa deixar leguminosas de molho

A nutricionista Cristiane Coronel falous obre a importância da germinação (processo que ocorre quando os grãos ficam de molho) e deu dicas para não errar no tempo em que cada leguminosa

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Deixar leguminosas (como feijão, lentilha ou ervilha) e outros grãos de molho é fundamental para eliminar os antinutrientes - substâncias que podem atrapalhar a absorção de vitaminas, minerais e causar problemas de digestão. As informações são da Taeq.

A nutricionista Cristiane Coronel falous obre a importância da germinação (processo que ocorre quando os grãos ficam de molho) e deu dicas para não errar no tempo em que cada leguminosa deve permanecer submersa na água. Confira!

Ao deixar os grãos de molho, você realiza o processo de germinação, que é importante para remover os fitatos e outros antinutrientes
De acordo com a nutricionista Cristiane Coronel, existe um antinutriente em especial - que costuma estar presente na maioria das leguminosas - que deve ser eliminado antes do cozimento. Por isso, é de suma importância garantir que os grãos fiquem de molho durante o tempo adequado. "É importante deixarmos as leguminosas de molho com o objetivo de retirar o fitato dos grãos. O fitato é uma substância natural contida na parte externa das leguminosas que serve para a proteção dos próprios grãos. Porém, essa substância em contato com o intestino humano não é nada interessante. Ela é responsável por aqueles incômodos de abdômen distendido após as refeições, pois causa fermentação aumentada (gases e flatos), além de impedir a absorção do ferro dos alimentos pelo intestino", explica a profissional.

"Esse processo de deixar os grãos de molho se chama germinação. A germinação traz também outra vantagem para a nossa saúde: como o próprio nome diz, estimula que a leguminosa comece a germinar para surgir uma nova planta. Esse processo faz com que o grão produza bastantes enzimas. Estas, por sua vez, são muito importantes para o nosso sistema digestório, pois melhoram a digestão e metabolização dos nutrientes", complementa Cristiane.

Afinal, quanto tempo as leguminosas devem ficar de molho?

Você já se perguntou sobre quanto tempo o feijão (ou outra leguminosa) deve ficar de molho antes de ser cozido? De acordo com a nutricionista, são necessárias algumas horas para que o processo de germinação se realize completamente. "A germinação deve durar no mínimo 6 e no máximo 12 horas. É importante que a água cubra os grãos por completo e, se possível, uma boa dica é espremer um limão na água, mexer e deixar descansar por esse intervalo de tempo. O limão facilita muito a retirada do fitato dos grãos, formando uma espuminha por cima (retirada do fitato, que vai para a superfície da água). O tempo de germinação deve ser o mesmo para todos os grãos, como: feijões (de todos os tipos: branco, preto, de corda, verde, carioca e fradinho), lentilhas, ervilhas ou grão-de-bico, por exemplo", recomenda Cristiane.

Outro benefício de deixar os grãos de molho é que, assim, você também consegue otimizar o tempo de preparo da comida. Segundo a nutricionista, essa é uma ótima dica para quem precisa agilizar o preparo das refeições no dia a dia. "Assim que der o tempo, despreze essa água, enxágue e cozinhe o feijão com uma nova água. Observe que o tempo de cozimento dos grãos que passam pelo processo de germinação é bem mais curto que o tempo de cozinhar grãos secos", finaliza Cristiane.