Saúde

Especialista explica maneiras de driblar a insatisfação com o corpo

Sophie Deram destaca sintonia entre as sensações do corpo, comida e mente nesse processo

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Não é de hoje que as pessoas correm atrás do "corpo ideal". Essa busca, no entanto, pode ser feita da maneira errada, com dietas altamente restritivas e que, na verdade, prejudicam a saúde. A situação é apontada com preocupação pela especialista em nutrição, Sophie Deram.

"A busca pelo corpo magro, musculoso, ou considerado como ‘ideal’ são práticas inseridas na ‘cultura da dieta’. Quando criamos crenças sobre a comida e classificamos determinados alimentos em proibidos, eles se transformam em tabus. Com a proibição, surge o desejo de violar a regra, o que aumenta as chances de exagerar e até mesmo de desenvolver uma compulsão alimentar", alerta. 

Sophie aponta como caminho para a vida saudável e a satisfação com o corpo diversos aspectos, baseados na sintonia entre as sensações do corpo, comida e mente. Veja as dicas da especialista:

1 - Antes de comer deixe os problemas de lado, relaxe e aprecie a sua refeição.

2 - Diminua as ideias de magreza e corpo ideal, aceita a sua forma física e a sua beleza natural.

3 - Use as roupas que te fazem sentir bem. Se admire ao espelho e não deixe que a beleza de outra pessoa traga aspectos negativos para forma que enxerga o seu próprio corpo.

4 - Quanto mais prazer você leva para as refeições, melhor será a sua relação com a comida.

5 - Quando temos sintonia com o nosso próprio corpo, conseguimos diferenciar o que é uma necessidade e o que é uma vontade. Tudo pode ser consumido, desde que na quantidade certa.