Saúde

Especialistas indicam quais peixes são mais nutritivos e baratos para a Sexta-feira Santa

Profissionais recomendam ainda que o peixe não seja consumido apenas em datas especiais

Evelin Azevedo, da Agência O Globo

Quebrar a tradição de comer peixe na Sexta-feira Santa é praticamente um “pecado”. O fruto do mar oferece um tipo de proteína rico em ômega-3, nutriente responsável por prevenir o envelhecimento e diversas doenças, como as cardiovasculares. — Ele diminui o colesterol, possui ação anti-inflamatória, ajuda a evitar o glaucoma e melhora a secreção de dopamina e, consequentemente, o humor — afirma a nutróloga Alice Amaral.

Especialistas recomendam que o peixe não seja consumido apenas em datas especiais, mas que faça parte de pelo menos três refeições da semana. O ideal é que o produto esteja sempre fresco. — Converse com os peixeiros para saber quais são os dias de entrega para cada tipo de peixe para comprá-los assim que chegarem. O peixe fresco sempre vai ter o sabor melhor do que outro mais antigo, não importa o tipo da carne. Por exemplo, uma tilápia fresca pode ter o sabor melhor que um salmão que já não está mais tão firme — afirma Erica Schattka, nutricionista.

Na hora de preparar o peixe, vale a pena caprichar nos temperos e ervas naturais. E nada de fritura na refeição. — O peixe grelhado é altamente recomendado. Nesse tipo de preparo, escolha peixes mais firmes, como salmão, pescada, tilápia, bacalhau. É possível também fazê-lo assado, com a vantagem que não se utiliza óleo no preparo. Comer o peixe cru, como na culinária japonesa conservam todos os nutrientes por não passar por nenhum cozimento — finaliza o nutrólogo Thiago Giaconi, diretor da clínica Giaconi.

MELHORES OPÇÕES BARATAS

Sardinha

Fonte de proteína, cálcio, fósforo, zinco, ferro, ácidos graxos, ômega-3 e vitaminas A e D. Todos estes componentes colaboram com o bom funcionamento do coração, reduzem o risco de infarto, auxiliam na prevenção da diabetes e osteoporose, além de diminuir as taxas de triglicérides e colesterol total no sangue.

Tilápia

É um peixe de carne branca, sabor suave e que pode ser preparado de várias formas: assada, grelhada e cozida. Possui alto valor proteico e baixo teor de gordura, diminuindo o risco de doenças cardiovasculares e acidente vascular cerebral (AVC). Nos supermercados você vai encontrar com mais facilidade o peixe com nome de 'saint peter' ou 'saint pierre'.

Badejo

Com pouca gordura e baixo teor de colesterol, este peixe proveniente do mar possui maior teor de sódio e iodo. Estes minerais são essenciais para o bom funcionamento da tireoide, mas deve ser consumido com moderação pelas pessoas com pressão alta.

Merluza

Um dos peixes mais consumidos do Brasil, a merluza é o terceiro peixe mais importado por nós, fica atrás apenas do salmão e bacalhau. Tem carne branca, textura sensível e de ótima qualidade. Excelente fonte de proteína, 100 gramas do peixe tem 87 calórias.

Pescadas

Muito consumida pelos brasileiros pelo seu sabor delicado, pela pouca quantidade de espinhas e seu baixo custo. Podem ser encontradas algumas espécies diferentes, como: amarela, perna de moça e branca. Alguns estudos mostram que seu consumo pode reduzir problemas cardiovasculares devido a concentração de ômega-3. Uma boa notícia: 100 gramas deste alimento tem 107 calorias.