Saúde

Esqueça o salgadinho: sete dicas para oferecer uma alimentação saudável para o seu filho

A nutricionista Isabela Lorizola reforçou que é importante a presença de todos grupos alimentares no cardápio infantil

Lívia Oliveira (livia.oliveira@redebahia.com.br)
- Atualizada em

O acompanhamento com nutricionista é essencial em todas as fases da vida, principalmente na infância. De acordo com a nutricionista Gabriela Prado, da Unifacs, a alimentação colabora para o crescimento adequado da criança, para o bom funcionamento do organismo e também para a prevenção de doenças.

Para a nutricionista Isabela Lorizola, consultora da Adria, o ideal é que o acompanhamento com nutricionista comece já durante a gestação. "O profissional planeja a alimentação da mãe para que o crescimento e o desenvolvimento da criança estejam adequados. Depois do nascimento, a nutricionista acompanha todas as fases da infância, desde a alimentação complementar ao aleitamento materno até quando conseguir fazer a prática sozinha", explicou.

Foto: reprodução
Isabela também reforçou que é importante a presença de todos grupos alimentares, de forma equilibrada e variada, no cardápio infantil.

Para te ajudar a oferecer uma alimentação adequada e saudável na infância, Gabriela Prado e Isabela Lorizola deram algumas orientações. Confira:

1- Cardápio alimentar: de acordo com a pirâmide alimentar, desenvolvida pela Sociedade Brasileira de Pediatria, as crianças devem consumir todos os grupos alimentares para contemplar todos os nutrientes necessários para um crescimento saudável.

- Base da pirâmide: os carboidratos (pães, massas e biscoitos), que são responsáveis por fornecer energia. É indicado cinco porções diárias.

- Vegetais e frutas: eles ajudam a fortalecer a imunidade, além de oferecer vitaminas e minerais essenciais para o desenvolvimento infantil. Os pais ou responsáveis devem incentivar o consumo de três porções diariamente.

Foto: reprodução / Sociedade Brasileira de Pediatria
- Leites e derivados: esse grupo é rico em cálcio, um mineral fundamental para o fortalecimento dos ossos e dentinhos. É indicado até três porções diárias.

-Proteínas: carnes e ovos e feijões. Esses alimentos ajudam na construção, crescimento e restabelecimento dos tecidos, ossos e pele. Eles devem ser consumidos entre um e duas porções por dia.

- topo da pirâmide:
os açúcares e as gorduras, encontradas nas sobremesas e nos doces. Esses alimentos devem ser consumidos com moderação, uma porção por dia.

2- Primeiros anos de vida: evite oferecer alimentos ricos em açúcar, enlatados, frituras, refrigerantes, doces, salgadinho e outras guloseimas. 

3- Lanches na escola: modere o consumo de alimentos muito calóricos, ricos em açúcares e gorduras. Motive lancheiras mais equilibradas nutricionalmente.

4- Crianças com dificuldades para comer: converse com o seu filho e tente estabelecer bons hábitos alimentares em todos os moradores da casa. "Uma dica interessante é preparar o mesmo alimento de maneiras diferentes, favorecendo uma nutrição equilibrada. Introduza os alimentos aos poucos, aumentando o tamanho da porção", aconselhou Isabela Lorizola.

5- Suplementação só em último caso: "de forma geral, não há necessidade para realizar suplementação na infância. Uma alimentação saudável e adequada irá suprir as necessidades nutricionais que ela precisa", indicou Gabriela Prado.

6- Relação entre idade e cardápio: para qualquer fase da infância, é necessário diversificar os alimentos - quanto mais variada a alimentação mais saudável. 
Foto: reprodução / Sociedade Brasileira de Pediatria
7- Cuidado com as propagandas: muitas propagandas incentivam o consumo de alimentos não saudáveis - ricos em açúcar, gordura trans e sódio. Os pais devem sempre priorizar o diálogo em casa e explicar de que forma o excesso desses alimentos podem prejudicar à saúde. 

Observação: para orientações específicas sobre porções de cada grupo da pirâmide alimentar e quantidades de refeições diárias, é recomendado realizar uma consulta com nutricionista.

Fontes:

Gabriela Prado - Nutricionista e professora do curso de nutrição da Unifacs. CRN5 3570;

Isabela Lorizola - Nutricionista da Equilibrium e consultora de nutrição da Adria. CRN-3 45342.