Saúde

Estudo em Universidade da Bélgica explica por que roupas de ginástica cheiram mal

De acordo com pesquisa, as bactérias que causam o mau cheiro eram menos presentes no algodão do em roupas de poliéster

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
Segundo um estudo publicado no periódico Applied and Environmental Microbiology, roupas de poliéster são mais favoráveis ao crescimento de bactérias Micrococcus, germe responsável pelo odor do suor.  Para evitar o mau cheiro nas roupas usadas em atividades física, substitua o tecido sintético pelo algodão.
Participantes do estudo tiveram que realizar uma aula de spinning, para depois cheirarem suas camisetas
Na Bélgica, cientistas da Universidade Ghenti, reuniram camisetas de poliéster e algodão de 26 voluntários, que tinham participado de uma exausta aula de spinning. As peças foram guardadas por 28 horas, tempo suficiente para as bactérias quebrarem os ácidos graxos do suor e exalar o mau cheiro.Depois, as peças foram devolvidas aos voluntários, para que classificassem o odor. As camisetas feitas de algodão foram consideradas com cheiro menos desagradável que as de poliéster.
Os pesquisadores confirmaram, em análise pelo microscópio, que as bactérias que causam o mau cheiro eram menos presentes no algodão. “Nossa pesquisa descobriu que a composição das fibras das roupas favorece de forma diferente o crescimento dos micróbios”, afirmam os autores da pesquisa.Leia também
Anvisa encontra pelo de roedor em extrato de tomate da Knorr Elefante