Saúde

Exagerou no Natal? Especialistas dão dicas de como se livrar da ressaca

Beber em excesso também provoca desidratação, alterações hormonais, náuseas, diminuição do reflexo, sensibilidade à luz, diarreia e dores musculares

Agência O Globo
Cerveja, vinho, espumante, drinks diversos: são muitas as opções de bebidas nas comemorações desta época. Para quem passou o Natal e exagerou no consumo de álcool, pode ter uma forte dor de cabeça. Além disso, beber em excesso também provoca desidratação, alterações hormonais, náuseas, diminuição do reflexo, sensibilidade à luz, diarreia e dores musculares.
Foto: Divulgação
— O álcool é bastante tóxico para o sangue, e seu consumo em grande quantidade causa esses sintomas. Tudo isso acontece porque a bebida faz a pessoa suar e urinar mais, provocando perda de sais minerais. A falta desses nutrientes fica perceptível quando a dor de cabeça e o cansaço aparecem — explica a nutricionista Jane Carvalho.
Uma das maneiras de amenizar os efeitos do álcool no organismo é se hidratando. Consumir bastante água é fundamental para regular o funcionamento do corpo. Sucos e chás também são bem-vindos e podem ajudar a combater os sintomas.
— A reposição desses sais minerais, presentes na água de coco e na água natural, atuam de modo semelhante ao soro fisiológico, pois são fontes de magnésio, potássio, sódio, cálcio e vitamina C. Chás como de gengibre com hortelã, erva-picão e chá verde aceleram a desintoxicação — diz a nutricionista.
Além disso, a alimentação deve ser leve e sem gorduras. Frutas, legumes e porções de fibras auxiliam também na limpeza do organismo.
— Alimentos ricos em potássio e vitamina B6, como kiwi, bananas e espinafre, ajudam a repor os sais minerais perdidos por causa do efeito diurético do álcool — recomenda Jane.
Para quem ainda vai aproveitar o primeiro dia (e feriado) do ano para mais um brinde, as dicas são: não ingerir álcool de barriga vazia, fazer uma pausa entre as rodadas para beber água e, principalmente, não misturar diversos tipos de bebida.
— Cada uma possui um teor de açúcar e de álcool que são metabolizados de formas e tempos diferentes. Isso sobrecarrega o fígado. O ideal é não misturar destilados, como vodka, whisky e conhaque, que tem alto teor de álcool, com cerveja, por exemplo — orienta Carlos Águiar, sommelier da Rio di Vino.
Confira as dicas
Hidrate-se
O álcool acelera o processo de desidratação, pois aumenta o suor e a vontade de fazer xixi. A dor de cabeça é um primeiros sintomas da falta de água no organismo. Portanto, beba bastante água
Coma frutas e verduras
Consuma alimentos de fácil digestão. Dê preferência a frutas, vegetais e alimentos pobres em gordura. Alimentos ricos em potássio e vitamina B6 como banana, kiwi e espinafre, ajudam a repor os sais minerais. O tomate é um excelente antioxidante e anti-inflamatório, além de conter vitamina C que também ajuda o fígado a combater os efeitos do álcool
Evite o café
Ao contrário do que muitos acreditam, o café não ajuda a melhorar a dor de cabeça. Na verdade ele pode até piorá-la, porque tem ação diurética e acaba eliminando os líquidos do corpo
Cuide do fígado
Beber um suco de beterraba (veja a receita no fim da matéria) ou comer um pão molhado no azeite de oliva ajudam na proteção do fígado
Alimentos aliados
Inclua no cardápio carboidratos, como pão e biscoito de água e sal. Embora industrializadas, essas opções ajudam a reduzir a acidez que o álcool provoca no estômago. Essas sugestões dão energia ao fígado para degradar as toxinas e o excesso da bebida
Aposte no ovo
Os ovos contêm aminoácidos que aumentam a função do fígado e também ajudam a reduzir mal-estar provocado pelo excesso de trabalho do órgão. Uma boa opção é comer ovos cozidos
Invista nos chás
Além de melhorar a hidratação, os chás ajudam a combater os sintomas da ressaca. O chá de gengibre com hortelã, por exemplo, pode reduzir as náuseas e o enjoo, já que a hortelã alivia a dor de estômago. Outros tipos de chás ajudam na renovação celular e aceleram a desintoxicação, como o chá verde e de erva-picão
Prefira as fibras
Elas ajudam no funcionamento do sistema digestivo, que pode ficar desregulado por conta da bebedeira. A aveia, por exemplo, pode salvar seu café da manhã, pois é rica em vitaminas do complexo B, cálcio, magnésio e ferro. Prefira comer pães integrais
Receita de suco de beterraba
1 colher (chá) de raspas de gengibre
1 beterraba descascada e picada
1/2 cenoura picada
Suco de 1 limão
1 dente de alho
200 ml de água filtrada ou água de coco
2 cubos de gelo
Bata tudo no liquidificador. Se quiser, pode adoçar com mel ou açúcar orgânico.