Saúde

Gosta de inhame? conheça seis benefícios de consumir a raiz na alimentação

O inhame é rico em fibras, que por sua vez ajudam a reduzir os níveis de colesterol

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

O inhame é uma raiz que se tornou um alimento popular em vários países. No Brasil, ela é bastante consumida nas regiões sudeste e nordeste, onde é servido tanto em pratos doces quanto em salgados. Ele pode ser encontrado em diversas variedades, como roxo, marrom, branco e amarelo. O tubérculo além de ser saboroso, também é rica em vitamina C, cobre, potássio, ferro, magnésio, cálcio e fósforo. A Taeq separou seis benefícios de consumir o inhame. Confira:

Inhame faz bem para o coração por ter substâncias que ajudam a controlar o colesterol

O inhame é rico em fibras, que por sua vez ajudam a reduzir os níveis de colesterol, um dos fatores responsáveis pelo surgimento de doenças cardiovasculares. Além disso, ele também tem vitaminas do complexo B (B6 e B9) que ajudam a controlar os níveis de homocisteína - um aminoácido que aumenta o colesterol ruim (LDL) quando ele aparece em grande quantidade no organismo.

Inhame funciona como aliado de quem deseja emagrecer

As fibras que fazem parte da composição do inhame também podem ajudar quem deseja emagrecer por aumentarem a sensação de saciedade no organismo o que é importante para que as refeições sejam feitas no horário certo e sem excessos. Outro ponto positivo é que ele é fonte de carboidratos, que dão mais energia para o corpo por liberarem a glicose de maneira mais lenta para a corrente sanguínea.

Além disso tudo, o fato de ajudar a aumentar os níveis de DHEA - hormônio que, dentre outras funções, consegue impedir a ação de uma enzima responsável pela síntese de gordura também é um dos motivos que justificam esse benefício do inhame.

Inhame aumenta o nível de DHEA, o que ajuda a prevenir o mal de Alzheimer

Ao aumentar os níveis de DHEA, além de ajudar a emagrecer, o inhame também auxilia na prevenção do mal de Alzheimer. Isso ocorre porque a doença é relacionada justamente à diminuição desse hormônio no nosso organismo ao longo dos anos - problema que pode ser evitado com o auxílio das vitaminas que fazem parte da composição do tubérculo.

Saúde feminina também é beneficiada pelo consumo de inhame

Você sabia que o inhame também traz benefícios específicos para as mulheres? Isso porque ele conta com nutrientes que funcionam como repositores de hormônios importantes para a saúde delas - como é o caso do estrogênio, por exemplo, que aumenta a fertilidade e diminui os sintomas da TPM e os que acompanham o começo da menopausa.

Inhame traz benefícios para o sangue

Além de ser fonte de ferro, o inhame também conta com outros nutrientes que auxiliam na absorção e acesso ao mineral (cobre e vitamina C, respectivamente) e na produção de hemoglobina e ácido fólico (vitamina B6). Por isso, o sistema sanguíneo é um dos mais beneficiados pelo consumo do tubérculo, e o organismo diminui as chances de desenvolver problemas sérios relacionados à falta dessa substância, como é o caso da anemia.

Presença de antioxidantes no inhame ajuda a evitar o câncer

Por contar com betacaroteno e vitamina C em sua composição dois agentes antioxidantes, o inhame também tem como benefício ajudar a prevenir o câncer. Essas substâncias fortalecem o sistema imunológico e impedem a ação dos radicais livres, que causam a proliferação das células cancerígenas.