Saúde

Língua presa compromete a amamentação e a pronúncia; aprenda a identificar

Esta condição pode impactar negativamente na qualidade de vida e na saúde de quem a tem

Agência O Globo
Ter dificuldade de pronunciar corretamente algumas palavras é o principal sintoma da alteração do frênulo da língua, popularmente conhecido como língua presa. Esta condição pode impactar negativamente na qualidade de vida e na saúde de quem a tem. O desmame precoce, a mastigação ruim e até o bullying sofrido por falar diferente são alguns dos problemas. As causas da língua presa ainda não foram descobertas. O que se sabe é que isto ocorre por malformação durante a gestação.
— Durante o desenvolvimento fetal, as estruturas da boca são praticamente uma só e, aos poucos, vão se separando. A língua, inicialmente, fica no “chão” da boca e vai se soltando durante a gestação. Mas nem sempre o frênulo se solta totalmente — explica a fonoaudióloga Irene Marchesan.
Desde 2015, o teste da linguinha se tornou obrigatório em todas as maternidades do país. Esta medida evita justamente que os recém-nascidos sintam dificuldade de sugar o leite materno. Os pais precisam ficar atentos ao comportamento de seus filhos para identificar características de quem tem a língua presa.
— Os pais podem pedir para a criança abrir a boca e levantar a língua em direção ao lábio superior. Se ela apresentar um formato arredondado, está tudo normal. Mas se ficar em forma de “v” ou de “coração”, é preciso buscar ajuda profissional — ensina Jane Celeste, fonoaudióloga.
A cirurgia para “soltar” a língua normalmente é simples, rápida e de fácil recuperação. Ela pode ser feita por médicos ou dentistas.
— Apesar de ser uma cirurgia simples, ela deve ser feita por profissionais, para que não haja lesão dos nervosos da língua. Ninguém deve fazer isto em casa — alerta Irene.
Confira alguns sinais: 
Amamentação
A criança que nasce com a língua presa, normalmente, apresenta dificuldade para amamentar

Mastigação
A pessoa pode ter dificuldades para mastigar e acaba fazendo isso com a boca aberta. 
Boca aberta
É comum dormirem e respirarem com a boca aberta, os pais costumam observar que os seus filhos babam no travesseiro
Fala
A fala de quem tem a língua presa fica comprometida, principalmente, ao pronunciar sons como o do 'R'. A pessoa tende a falar com a bosa mais fechada e a cuspir enquanto conversa, já que também tem dificuldade para engolir a saliva.