Saúde

Má alimentação mata mais do que cigarro, diz estudo

Pesquisa revelou que uma em cada cinco mortes no mundo em 2017 estava associada a dieta alimentar, que provoca doenças cardiovasculares, cânceres e diabetes tipo 2

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

As escolhas alimentares diárias impactam diretamente na saúde. De acordo com uma pesquisa do Instituto de Medição e Avaliação da Saúde da Universidade de Washington (Health Metrics and Evaluation), divulgado em abril de 2019, a má alimentação vem causando mais mortes do que o consumo de cigarro e casos de hipertensão arterial.

O estudo revelou que cerca de 11 milhões de pessoas morrem todos os anos devido à má alimentação. Uma em cada cinco mortes no mundo em 2017 estava associada a dieta alimentar, que provoca doenças cardiovasculares, cânceres e diabetes tipo 2.

Foto: reprodução
O cirurgião endoscopista, Helmut Poti, explicou que a obesidade é capaz de desencadear várias doenças. “O grande problema é que a má alimentação é o primeiro passo para a obesidade, que é a mãe de todas as doenças. Muitas pessoas não cuidam do problema e precisam partir para as cirurgias e procedimentos de redução do estômago, visando não apenas a estética, mas sim a melhoria na saúde”, explica Poti.



Para evitar riscos à saúde, os nutricionistas apontam alimentos à base de soja, feijão e outras fontes vegetais como ótimas opções para o cardápio.