Saúde

Mil e um motivos: confira os benefícios de praticar natação

Praticante de natação desde criança, Dr. Bruno Bezerril, médico cientista em imunologia humana da Fiocruz, destaca que a natação é um esporte completo e os ganhos são inúmeros

Revista ABM

Considerada uma das atividades físicas mais completas que existe, a natação é indicada para todas as pessoas, independente da idade. Além de excelente exercício aeróbico, nadar ajuda no fortalecimento cardiorrespiratório, no condicionamento físico e na qualidade do sono. Sem falar, que é uma ótima atividade para aliviar o estresse, proporcionar mais disposição para as tarefas cotidianas, e auxiliar na perda de peso.

Praticante de natação desde criança, Dr. Bruno Bezerril, médico cientista em imunologia humana da Fiocruz, destaca que a natação é um esporte completo e os ganhos são inúmeros, inclusive para a saúde mental. “A prática regular de atividades físicas aeróbicas, como a natação, libera endorfina, que está associada a sensação de prazer e satisfação, melhorando a disposição e o humor, e servindo para auxiliar melhoria da saúde mental”. Ele costuma nadar de 2 a 3 vezes por semana, e logo pela manhã. “Assim, garanto disposição para encarar o dia com melhor humor e energia”, destaca o médico.

Dente os benefícios, além do ganho substancial de condicionamento cardiovascular, o médico destaca o ganho de massa muscular. “Tudo isso com baixo impacto sobre as articulações e a coluna vertebral, se executada de maneira correta”, reforça.

Foto: revista ABM

Esporte completo

Especialista em natação e atividades aquáticas, a educadora física e professora de natação Leila Maria dos Santos reforça que a natação é a única atividade física que utiliza todo o corpo ao mesmo tempo, por isso é considerado um esporte completo. “Como a atividade dá bastante condicionamento físico e aumenta a expansão pulmonar, melhora a condição cardiorrespiratória para a prática do esporte. É uma ativação muscular completa”.

Indicação e reabilitação

A natação é super indicada não apenas como atividade física aeróbica, mas para ajudar quem está em reabilitação, uma vez que melhora o tônus muscular. “Além de exercícios aquáticos serem terapêuticos, a natação não tem impacto, o que facilita muito o tratamento de reabilitação”, orienta a educadora física.

Além disso, a natação é indicada para quem tem:

  • Problemas respiratórios (rinite, sinusite, bronquite, asma)
  • Problemas ósseos (osteoporose e reumatismo)
  • Dores articulares e musculares

Quem tem problemas de coluna também deve fazer. Por não ter impacto, a natação fortalece a região da coluna, permitindo a prática de outros esportes. “Mas é preciso ter a orientação correta de um professor especializado”, orienta Leila Maria.

Excelente para as crianças

Foto: revista ABM
A professora destaca que a natação também contribui de maneira efetiva no desenvolvimento infantil, uma vez que os primeiros anos de vida são determinantes para um maior desenvolvimento cognitivo e de sociabilidade. “E tudo isso é possível através dos estímulos dados pela natação, com a execução de movimentos”.

Ela destaca os principais benefícios da natação para a criança:

  • Refina a coordenação motora, postura, o equilíbrio e as várias variantes físicas
  • Ajuda a desenvolver músculos e ossos fortes
  • Promove flexibilidade e coordenação motora

Além disso, a natação promove a adaptação ao esporte aquático, permitindo que os pais se sintam mais seguros ao frequentar ambientes com piscina e praias, mas com cuidado. “Mesmo a criança que faz natação não está isenta de acidentes em meio aquático, por isso é fundamental que sempre tenha a supervisão de um responsável. A segurança sempre vem em primeiro lugar”, orienta a professora.

Importante na terceira idade

A educadora física alerta que a natação é indicada para a terceira idade por uma série de motivos, mas principalmente porque, nesta fase, surge a sacorpenia, que é a perda de massa magra por conta do processo de envelhecimento, o que muitas vezes ocasiona a perda de qualidade de vida. “Por ser de baixo impacto e relaxante, a natação proporciona ao idoso a manutenção da massa magra, com baixo risco de lesões, além de possibilitar maior socialização e prevenção de problemas cardiorrespiratórios, dentre outros benefícios”.

Para quem quer começar

A principal dica da professora é a de sempre procurar um local que seja especifico para o esporte, com profissionais especializados, que possam atingir o seu objetivo, seja ele para reabilitação, promoção da saúde, qualidade de vida ou alto rendimento.

Passar por uma avaliação médica também é recomendado para que a prática da atividade possa se desenvolver de maneira mais especifica e segura. De acordo com a professora, o ideal é praticar de 2 a 5 vezes por semana, e também variar a intensidade dos exercícios.