Saúde

Nem tudo é gravidez: saiba as razões que podem atrasar a menstruação

O que muitas mulheres não sabem é que existem outros motivos que podem fazer com que a menstruação atrase ou simplesmente não desça

Carlos Bahia* e Luana Neiva*
- Atualizada em

Sua menstruação já atrasou a ponto de te deixar em pânico? Para as mulheres, esse estresse é comum, porque logo pode vir à cabeça que trata-se de uma gravidez. O que muitas não sabem é que existem outros motivos que podem fazer com que a menstruação atrase ou simplesmente não desça. Entre doenças e meros acasos que não fogem de uma normalidade, o iBahia conversou com ginecologistas para entender cada um desses processos.

Ciclo menstrual

Antes de entender porque a menstruação atrasa, é importante saber a função do ciclo dela. Ele é responsável por preparar a parede uterina para o estabelecimento de um feto em caso de fecundação. Com duração média de 28 dias, ele pode variar dentro de um período de sete dias, para mais ou para menos. "Essa variação pode ocorrer a depender do estilo de vida, fatores hormonais ou doenças pré-existentes", diz a ginecologista Maria de Fátima Pimentel.

E porque o sangue na menstruação? "A parte interna do útero (endométrio) está bem grande nesse período. Antes da menstruação ou o óvulo chegar, ele aumenta bastante a espessura, para ter a situação favorável para a chegada do óvulo. Se não houver gravidez, essa espessura maior não tem suporte hormonal para se manter, e assim começa a se desfazer, e a espessura vai 'desmanchando', o que faz a menstruação acontecer", explica o ginecologista Adriano Carneiro, da Clínica do Bairro, em Salvador.

O especialista também pondera que é possível uma mulher ter uma menstruação ausente no ano, mas alerta. "Isso não pode ser um padrão, de ter duas ou três vezes, mas se acontecer apenas uma vez e voltar ao normal não tem problema.  O que se coloca como aceitável é uma alteração de uma semana a mais ou a menos. A partir daí que começa a se investigar se há algum problema ou se é gravidez".

E se não for gravidez?

Os especialistas citam diversas situações que podem gerar o atraso ou a ausência de menstruação na mulher. Entre eles estão:

  • Estresse
  • Perda ou ganho excessivo de peso
  • Problemas hormonais relacionados à tireoide, hipófise ou hipotálamo
  • Síndrome do ovário policístico (Distúrbio hormonal que afeta os ovários)
  • Pré-menopausa
  • Atividade física intensa
  • Anticoncepcionais e remédios com composição hormonal
  • Medicações para questões neurológicas e psiquiátricas (ansiolíticos e antidepressivos)
  • Outros remédios para questões como enxaqueca e convulsões, remédios para coração, pressão alta ou diabetes;

Segundo Adriano, a ausência de menstruação em decorrência do uso de remédios pode ser sanada simplesmente com a substituição do medicamento. Isso não inclui, é claro, os remédios de composição hormonal, que geralmente são usados justamente com o objetivo de evitar a menstruação.

O médico também destaca o caso de pessoas com câncer, por exemplo. Doenças crônicas fazem com que as pacientes não menstruem, mas não só por causa de questões hormonais. "Como a doença já consome a pessoa, a natureza poupa a mulher de mais uma perda, que é a do sangue durante a menstruação", explica.

Uso de medicamentos e chás

Além de motivos como estresse e distúrbios emocionais, alguns medicamentos podem influenciar no ciclo menstrual como, pílula de emergência, corticoides, antidepressivos, antipsicóticos e uso prolongado de anticoncepcionais.

Muitas mulheres utilizam chás para fazer a menstruação descer. Segundo Adriano, no entanto, não há porque ter essa preocupação tão grande em aparecer o sangue. "É preciso desmistificar a ideia de que menstruar é sinal de saúde perfeita e que se não menstruar o sangue vai ficar acumulado em alguma parte do corpo", elucida.

Já sobre o uso de chás, Maria de Fátima diz que ele não é muito indicado, pois além de não ter comprovação científica, existem muitos deles que são prejudiciais para a mulher grávida, visto que pode levá-la a um aborto ou má formação fetal. ”O correto diante de um quadro de atraso menstrual é procurar um profissional especializado para realizar tratamento adequado. Os mais utilizados são tratamentos hormonais que tem eficácia comprovada”, afirma.

Ambos os especialistas ressaltam que, para as mulheres que desejam ter uma menstruação mais "certa" durante o mês, é possível fazer essa regulagem através de estilo de vida saudável com atividade física, alimentação balanceada e uma boa higiene pessoal. "Uma pessoa que tem um ritmo cotidiano regular, alimentação equilibrada, que faz atividade física regularmente, boa saúde mental, vai ter um ciclo menstrual normal", sintetiza Adriano.

Fontes: 

Dr. Adriano Carneiro - Ginecologista Obstetra - CRM 12.964-BA
Dra. Maria de Fatima F. S Pimentel - Ginecologia/ Citopatologia clínica - CRM-BA 6747

*Sob surpervisão da repórter Lívia Oliveira