Saúde

Nove motivos para ir ao nutricionista regularmente

O profissional de nutrição é responsável por tornar o seu organismo mais saudável

Lívia Oliveira (livia.oliveira@redebahia.com.br)

A importância de consultar um nutricionista vai muito além de emagrecer ou auxiliar no tratamento de doenças, como diabetes ou hipertensão. O profissional de nutrição é  responsável por tornar o seu organismo mais saudável, proporcionando uma melhor qualidade de vida e bem-estar. 

Em comemoração ao dia do nutricionista, que foi celebrado no último sábado (31), o iBahia preparo uma lista com nove motivos para consultar um nutricionista. Confira:

Foto: reprodução

1- Bons hábitos alimentares: o nutricionista vai te orientar a melhorar os seus hábitos, tornando o organismo mais saudável e nutrido. "O profissional vai preparar um plano alimentar que atenda as necessidades nutricionais do indivíduo, que leva em consideração o sexo, a idade, o nível de atividade física e até o tanto que sente fome durante o dia", explicou a nutricionista Tâmara Ferreira. 

O plano indica a quantidade adequada de proteínas, carboidratos e fontes de gorduras boas para consumir diariamente. Além disso, oferece opções de cardápio para cada refeição - café da manhã, lanches intermediários, almoço e jantar. 

2- Auxilia o emagrecimento e o ganho de massa magra: "uma dieta equilibrada durante o dia irão garantir um aporte de nutrientes necessários para a manutenção de massa magra durante a fase de emagrecimento e o aumento de massa magra para aqueles que buscam hipertrofia", garantiu a nutricionista Priscilla Lima. 

3- Infância saudável: os bons hábitos alimentares devem começar na infância. "A alimentação da criança deve ser diversificada, contendo todos os grupos alimentares, variando os alimentos dentro de cada grupo, assim assegurando o suprimento de todos os nutrientes necessários para o crescimento e desenvolvimento da criança", disse a nutricionista Gabriela Prado.

4- Beneficia a gestação: o desenvolvimento adequado do feto depende exclusivamente dos nutrientes disponibilizados pela mãe, por isso é importante consultar um nutricionista para adequar o cardápio alimentar. "Uma alimentação equilibrada é imprescindível durante a gravidez, pois desempenha um papel fundamental para o desenvolvimento do bebê e para a manutenção da saúde da mamãe", ressaltou a nutricionista Luana Grabauskas. 

Foto: reprodução / Pixabay
5- Melhora a qualidade do cabelo e da pele: de acordo com a nutricionista Flávia Morais, da Mundo Verde, para manter pele, cabelos e unhas saudáveis, é necessário ter atenção ao consumo de alguns nutrientes importantes.

"A dieta deve conter proteínas, que ajudam na manutenção da estrutura, elasticidade e firmeza de pele e cabelos; gorduras boas (fontes de ômegas, por exemplo, que ajudam a manter e melhorar hidratação e firmeza da pele); vitaminas como a vitamina C, vitamina A, algumas vitaminas do complexo B e minerais, que ajudam na crescimento/fortalecimento dos cabelos, e alguns deles são cofatores importantes para a produção e absorção do colágeno".

6- Possibilita comer besteiras sem prejuízos à saúde: segundo o nutricionista Acauã Vídero, o profissional de nutrição ao saber de toda rotina do seu cliente vai prescrever um plano alimentar para tentar minimizar ao máximo qualquer tipo de possível prejuízo decorrente do "jacou".

"Uma dieta devidamente calculada minimiza o prejuízo calórico do final de semana. O nutricionista vai traçar estratégias e planos para facilitar o alcance do objetivo do cliente - seja hipertrofia, emagrecimento ou tratamento de doenças". 

7- Melhora a disposição e o bem-estar: a alimentação é responsável pelo "combustível" necessário para que o corpo funcione adequadamente. Uma dieta balanceada promove mais energia e disposição aos indivíduos para realizar as atividades diárias.

8- Tratamento de doenças: uma alimentação equilibrada é uma importante aliada no tratamento de doenças. O nutricionista vai montar um cardápio variado e adequado para cada quadro clínico. A alimentação aumenta a imunidade, previne doenças e ajuda no controle de enfermidades. 

9- De olho na saúde: a nutricionista Queila Duque garantiu que uma dieta pobre em nutrientes traz vários prejuízos para saúde. "Diminuição da força e resistência para realizar uma atividade física, indisposição, sensação de letargia, apatia, moleza, cansaço, náusea e dor de cabeça são algumas das consequências de extrapolar em comidas gordurosas ou cheia de açúcar". 

Frequência

A frequência das consultas ao nutricionista é muito individual. As pessoas podem ir semanalmente, mensalmente ou a cada dois meses com base em suas necessidades e objetivos. 

Fontes: 

Tâmara Ferreira - Nutricionista Clínica e Esportiva; Terapeuta Reikiana e Coaching Nutricional. CRN5 2085;

Priscilla Lima - Nutricionista Esportiva Funcional. CRN5 8923; 

Gabriela Prado - Nutricionista e professora do curso de nutrição da Unifacs. Ela atua com com projeto de extensão relacionado a promoção e educação em saúde. CRN5-3570;

Luana Grabauskas - Nutricionista funcional, esportiva e materno infantil. CRN3 - 21671;

Flávia Morais - Nutricionista e Diretora de Nutrição e Desenvolvimento de Produtos no Mundo Verde;

Acauã Vídero - Nutricionista Clínico e Esportiva. CRN5 - 8128;

Queila Duque - Nutricionista, Coach e Practitioner Barra de Access.  CRN5 - 2676.