Saúde

Nutricionista aponta as tendências nutricionais para o ano de 2021

A preocupação principal do momento são as doenças crônicas não transmissíveis

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Quer focar na sua saúde? Você precisa mudar seus hábitos alimentares e não precisa se apegar as dietas restritivas. De acordo com a nutricionista Adriana Stavro, com base em dados da International Food Information Council Federation, este ano cada vez mais pessoas vão aderir a uma alimentação consciente ou intuitiva, as práticas que enfatizam ouvir o seu corpo e suas necessidades.

Com isso em mente, os profissionais da área devem estar preparados para atender indivíduos, que cada vez mais buscarão soluções de nutrição individualizadas que funcionem para suas necessidades específicas como saúde cardíaca, hipertensão ou prevenção do diabetes. 

A preocupação principal do momento são as doenças crônicas não transmissíveis (DCNT), as famosas comorbidades tão comentadas durantes à pandemia, e o quanto são prejudiciais para a saúde e a longevidade de forma geral. Paralelo as DCNT, a ansiedade e a preocupação em relação à imunidade proveniente do COVID-19,continuam sendo um ponto importante em 2021. Alimentos que aumentam a imunidade terão um papel significativo neste ano.

A especialista aponta que outro grande fator de transformação da relação das pessoas com os alimentos é a crise climática, pois as  preocupações ambientais estão pesando mais nas mentes e nas escolhas de todos. Dados mostram que 6 em cada 10 consumidores globais estão mais interessados em saber sobre a origem dos alimentos.