Saúde

Pandemia e saúde bucal: confira dicas para manter o sorriso saudável

Muita gente deixou de ir ao dentista durante a pandemia, o que intensificou a piora da saúde bucal

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

A pandemia da covid-19 mudou a rotina de muita gente. Uma dessas mudanças está relacionada a saúde bucal, que foi deixada de lado. Se 

A pandemia mudou a rotina de muita gente e uma dessas transformações está relacionada a saúde bucal. Sem idas frequentes ao dentista por causa do novo normal, os problemas decorrentes da má escovação se uniram aos da má alimentação. Os resultados são gengivas e dentes extremamente afetados.  

De acordo com a organização Mundial de Saúde (OMS), os serviços de saúde bucal estão entre os serviços essenciais mais afetados pela pandemia da covid-19. Ao todo, 77% dos países relataram interrupção parcial ou total dos tratamentos.  

Mesmo em casa, é possível adotar hábitos para manter o sorriso saudável. Os dentistas da Spazio Oral elencaram algumas dicas que podem ser seguidas no dia a dia. Confira:  

  • Mantenha ao máximo a sua rotina normal 

A principal dica é segui a rotina que você já estava acostumado, com horários certos para se alimentar, dormir e fazer exercícios. “Procure realizar a higiene oral de forma adequada, escovando os dentes duas vezes ao dia por dois minutos. Não esqueça de utilizar o fio dental”, explica Dylton Neto, dentista da Spazio Oral. 

  • Não deixe de ir ao dentista 

Muitos só vão ao dentista quando sentem dor ou quebram um dente, mas não pode ser assim. Os exames de rotina precisam acontecer, até porque eles podem identificar e evitar problemas futuros mais graves. 

Por causa da pandemia, os dentistas investiram ainda mais nos protocolos de biossegurança que já existiam nas clínicas e consultórios. Assim, os pacientes podem manter a saúde em dia com muita segurança.

  • Se alimente de forma saudável 

Uma alimentação não balanceada não traz problemas apenas para o colesterol, mas também para os dentes. Por isso, procure ingerir alimentos ricos em fibras, como laranja, maçã e cenoura, por exemplo. Além de fazer bem para o corpo, esse alimentos promovem a autolimpeza dos dentes. “Eles também evitam a  formação da placa bacteriana, causadora de cáries e gengivites”, explica Júlia Torres.  

Por outro lado, o açúcar presente nos doces provoca a queda do pH e pode aumentar as chances de cáries. Além disso, algumas carências nutricionais podem causar manifestações bucais. A falta de ferro, por exemplo, pode resultar em aftas, língua seca e até aumentar o risco de câncer de boca.