Saúde

Pesquisa revela que bolacha recheada pode ser mais viciante que cocaína

De acordo com o estudo, comer o determinado biscoito ativa mais circuitos neuronais de prazer do que a cocaína ou morfina

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em
Uma pesquisa realizada pela universidade Connecticut College, de Londres, apontou que a Oreo (bolacha recheada similar à Negresco) pode ser tão viciante quanto a cocaína. De acordo com o estudo, que tem como objetivo estudar o potencial viciante de alimentos ricos em açúcar ou gordura, comer o determinado biscoito ativa mais circuitos neuronais de prazer do que a cocaína ou morfina.

O coordenador da pesquisa, Josef Schroeder, afirmou que a correlação é verdadeira e explicou que a Oreo foi escolhida para o teste por ser muito anunciada em comunidades pobres. Segundo o pesquisador, esses alimentos são mais perigosos que cocaína ou morfina por serem muito baratos e estarem acessíveis.