Coronavírus

Pessoas com alergia podem tomar a vacina contra covid-19?

Vacinação na Bahia começou nesta terça-feira (19)

Carlos Bahia* (carlos.filho@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Na manhã desta terça-feira (19), ocorreram as primeiras vacinações contra o novo coronavírus (covid-19) em solo baiano. Enquanto a população em geral espera a sua vez de tomar a vacina, é importante estar atento a certas precauções. Um desses grupos é o dos alérgicos. Mas afinal, eles podem tomar a vacina sem nenhum tipo de preocupação?

"Quando falamos em alérgicos é um conceito muito amplo, porque existem inúmeros tipos de alergia. No entanto, esses alérgicos, de um modo geral, podem sim tomar a vacina contra a covid sem nenhum problema", explica Ana Karolina Barreto Marinho, especialista da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI). 

Por outro lado, há exceções dentro desse grande grupo. De acordo com Ana Karolina, a vacina é contraindicada para quem teve:

  • Anafilaxia (reação alérgica grave) em decorrência do contato anterior com alguma substância que compõe a vacina;
  • Quem teve reação alérgica grave ao tomar a primeira dose da vacina contra covid-19;

Vacinação na Bahia

Às 22h20 desta segunda-feira (18), 376.600 doses da Coronovac chegaram ao aeroporto internacional de Salvador. Os imunizantes já foram enviados em aeronaves para cidades-pólo baianas, de onde devem partir, em veículos como vans e caminhões, para os municípios menores em todas as regiões do estado. Os imunizantes contra o coronavírus são suficientes para vacinar, inicialmente, cerca de 188 mil baianos.

A bula da Coronavac aponta um intervalo de 14 a 28 dias entre a primeira e a segunda dose, e por isso é imprescindível que o cidadão a ser vacinado leve o cartão de vacinação.

Vacinas diferentes, desenvolvidas por laboratórios diferentes e com diferentes posologias serão aplicadas no Brasil, e é o cartão de vacinação que vai garantir que a segunda dose aplicada seja a mesma que a primeira e no prazo indicado. Caso não possua um, o cidadão irá receber um novo cartão com a indicação de qual vacina contra a Covid-19 recebeu. 

*Sob supervisão da repórter Lívia Oliveira