Saúde

Por que os jogadores de futebol cospem tanto? Isso faz mal, saiba o motivo

Cuspir durante o jogo é uma mania que o atleta cultivou durante sua carreira

Agência O Globo

Ao assistir a uma partida de futebol, é quase certo ver jogadores cuspindo no gramado. Praticar uma atividade física de alta intensidade modifica o ritmo da nossa respiração. Para dar conta da demanda do nosso organismo, passamos a respirar pela boca, que fica seca. É neste momento que o cérebro manda o comando para as glândulas salivares aumentarem a produção.

— Como os atletas não conseguem beber água o tempo todo, a boca deles se enche de saliva, que deveria ser engolida. Isso amenizaria a sede — explica a clínico geral Yara Dantas.

Cuspir durante o jogo é uma mania que o atleta cultivou durante sua carreira. Mas, de acordo com Yara, o cuspe costuma parecer em momentos específicos da partida:

— Se você reparar, o jogador não cospe depois que marca um gol ou quando faz uma jogada brilhante. Geralmente eles cospem após um passe errado, um chute para fora, uma punição dada pelo árbitro. Aí, eles colocam a mão na cintura e cospem.

A nossa boca produz, todos os dias, de meio a dois litros de saliva. Esta solução aquosa possui várias funções vitais.

— Ela lubrifica e umedece o interior da boca para facilitar a fala, transforma os alimentos numa massa fácil de ser digerida e ajuda a controlar a quantidade de água no organismo — lista Isabela Pache de Faria, otorrinolaringologista da Policlínica Granato.

Muita produção ou dificuldade em engolir

De acordo com Isabela, os homens produzem mais saliva que as mulheres porque têm glândulas salivares maiores, o que não justifica o hábito de cuspir, que a profissional classifica como uma questão cultural.

Apesar disso, alguns fatores, além da atividade física, podem provocar um aumento da salivação, como refluxo gastroesofágico, infecções na boca ou garganta, uso de alguns medicamentos e até mesmo a gravidez. A sensação de excesso de saliva na boca também pode ser provocada por dificuldade de engolir.

— É importante procurar ajuda médica caso a saliva em excesso seja persistente — alerta Isabela.

Como reduzir

Evite doces

A saliva é a primeira etapa da digestão. Ela é a responsável por produzir a enzima que quebra o amido. Por isso, é importante evitar os doces em excesso para que a produção não seja muito estimulada.

Mantenha-se hidratado

A falta de água no corpo faz o organismo ativar o mecanismo de produção de salivas.

Fique longe dos azedos

Alimentos muito azedos como limão aumentam de repente a produção de saliva.