Saúde

Prática de esportes radicais pode comprometer a visão

Impactos e esforços excessivos ajudam a desencadear problemas de visão, como o deslocamento de retina e trauma ocular

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Que a prática de esportes deixa as pessoas suscetíveis a lesões todo mundo já sabe, mas que atividades mais radicais, como saltos de bungee jump, paraquedas e mergulho podem comprometer a saúde dos olhos é novidade para muitos. Os impactos e esforços excessivos ajudam a desencadear problemas de visão, como o deslocamento de retina e o trauma ocular.

Segundo o médico Antônio Nogueira, diretor técnico do Cenoe, hospital de olhos, é preciso ter precauções na prática de esportes e estar atento aos riscos. “Qualquer tipo de pancada ou agente externo pode lesionar a visão. Na hora, a depender da intensidade, o paciente pode sentir dor, perceber vermelhidão, vista turva ou até mesmo sangramento. O ideal é procurar sempre um especialista para identificar a gravidade e iniciar o tratamento o mais rápido possível”, afirmou.

O problema de visão citado a cima - deslocamento de retina, o mais comum-, consiste na formação de buracos na camada interna do olho, que é responsável por captar estímulos luminosos e transformá-los em imagens. Esses buracos permitem a passagem do vítreo - gel que preenche o globo ocular - e ocasiona a separação da retina da parede do olho. Em casos mais graves, a retina pode deixar de funcionar ou ter o aparecimento de uma imagem borrada ou mancha escura na visão.

Ao perceber qualquer irregularidade na visão, o indicado é procurar um oftalmologista para não comprometer os olhos, órgão diretamente relacionado com o sistema motor e sensorial do organismo.