Saúde

Pré e pós treino: nutricionista lista benefícios de consumir pastas de amendoim e castanha

Elas são ricas em fontes de nutrientes e vitaminas

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

As oleaginosas (castanhas, amendoins, avelã, pistache e macadâmia) são ótimas aliadas para quem deseja ter uma alimentação saudável. Elas são ricas em fontes de nutrientes e vitaminas. Para ajudar na escolha da melhor opção para o seu cardápio, Thaise Costa, nutricionista da Tia Sônia, indicou pastas de amendoim e de castanha.

A especialista explicou a composição de cada uma das pastas e os benefícios de inseri-las na alimentação. Confira:

Foto: divulgação
Composição

A pasta de castanha de caju tem como fonte o próprio fruto, que é rico em gorduras monoinsaturadas e poli-insaturadas que combatem o colesterol ruim (LDL) e aumentam o bom (LDL), prevenindo o entupimento de veias e artérias. O magnésio, que é considerado um mineral essencial para o bom funcionamento do corpo, está presente em 9% da composição da castanha de caju. O fósforo, mineral que auxilia na manutenção dos ossos, está presente em 7% da oleaginosa. O zinco, nutriente que ajuda o corpo no combate de doenças, também está evidente na constituição do fruto. A pasta também possui o aminoácido chamado arginina que auxilia em funções importantes do corpo.
 
Já a pasta de amendoim possui o fruto como fonte de composição que também é rico em gorduras boas que combatem o colesterol ruim (LDL). Conta com grande quantidade de vitamina E, que possui ação antioxidante, combatendo os radicais livres, e resveratrol, mesmo nutriente encontrado no vinho. O fósforo e o magnésio também estão presentes na composição do vegetal, sendo que duas colheres de sopa por dia fornecem cerca de 50mg de magnésio, equivalente a 17% da necessidade diária destes minerais. A vitamina B6 e o potássio também estão presentes na composição.

Benefícios

Pasta de castanha de caju

- Auxilia na prevenção de doenças (cardiovasculares, diabetes, Alzheimer, derrames, entre outras);
- Auxilia na prevenção da osteoporose (problemas ligados aos ossos);
- Emagrece;
- Combate a anemia;
-Ajuda no fortalecimento do sistema imunológico.

Pasta de amendoim


- Atua na prevenção de doenças cardíacas;
- Previne câncer e envelhecimento precoce;
- Fonte de energia (ajuda no desenvolvimento dos músculos);
- Melhora o humor;
- Ajuda no combate de radicais livres, prevenindo a degeneração das células do corpo.
- Boa opção de pré e pós-treino, por ser uma boa fonte de energia antes do exercício e também conter resveratrol, que auxilia na recuperação do músculo.

Vale lembrar que para adquirir esses benefícios as pastas devem ser consumidas de forma correta e associadas com um plano alimentar equilibrado.
Foto: divulgação
“Tanto a pasta de amendoim quanto a pasta de castanha de caju podem ser consumidas por qualquer tipo de pessoa, desde que haja uma consulta nutricional prévia para que possa ser indicada a quantidade certa do produto ideal para cada tipo de organismo”, alertou a especialista.



Como consumir?

A pasta de castanha de caju pode ser consumida em diversos momentos do dia: no café da manhã, como sobremesa, no preparo de doces e no pré-treino.

“Para quem gostaria de perder peso, as pastas de castanha de caju ajudam na saciedade, sendo essenciais no lanche da tarde ou antes de dormir. É bom ressaltar que o consumo sempre deve ser moderado”, explicou Thaise Costa.
 
A pasta de amendoim também é um alimento versátil e muito fácil de acrescentar no cardápio, podendo ser combinado em diversos tipos de receitas. Pode estar presente em refeições durante todo o dia e ser consumida por qualquer faixa etária, principalmente por atletas e esportistas em lanches rápidos, no pré e pós-treino.