Saúde

Produto químico usado em batatas fritas pode curar calvície

Cabelo regenerado tem o ciclo de vida de um cabelo normal

Agência O Globo

 A cura da calvície pode ser um "item secreto" no menu do McDonald's. Um estudo da Universidade Nacional de Yokohama, no Japão, segundo o "Daily Mail", concluiu que um produto químico usado nas batatas fritas da rede de fast food pode fazer com que surjam novos folículos capilares.

Foto: Divulgação

Testes em laboratório com ratos deram resultado positivo. Os roedores ganharam folículos capilares novos que, em poucos dias, produziram cabelo.

O agente químico é o dimetilpolissiloxano, que é acrescentado às batatas do McDonald’s para que, quando são fritas, não façam espuma no óleo.

"É muito permeável ao oxigênio e, por isso, o resultado foi muito bom, permitindo a criação de 5 mil folículos de cabelo simultaneamente", explicou o professor Junji Fukuda. "É uma técnica muito promissora. O cabelo regenerado tem o ciclo de vida de um cabelo normal. Todos os testes indicam que vai funcionar com células humanas também", acrescentou ele.