Saúde

Quer perder apenas barriga? Especialistas explicam se é possível

Para reduzir gordura acumulada ou localizada, é importante associar uma alimentação saudável a prática de exercícios físicos

Lívia Oliveira (livia.oliveira@redebahia.com.br )

Quer emagrecer apenas uma parte específica do corpo? Infelizmente, não é possível. De acordo com a nutricionista Raquel Rodrigues e o educador físico Antônio Neves, não adianta falar, por exemplo, que quer apenas diminuir a barriga. O emagrecimento acontece em um contexto geral. 

"Ao emagrecer o indivíduo perde gordura e tem redução de medidas no corpo todo com isso ele terá uma redução de gordura no local desejado, mas isso também ocorrerá em outras partes do corpo", acrescenta Antônio Neves. 

A nutricionista garante que a maior parte da gordura corporal fica distribuída no glúteo, na parede abdominal e nas costas. No caso da gordura abdominal, Raquel Rodrigues, do grupo Hapvida, explica que é preciso identificar o (s) fator (es) que causa a gordura ou saliência abdominal para depois definir a estratégia alimentar adequada. Pode ser gordura, inchaço e distensão abdominal.  

"Se for gordura é importante retirar da alimentação os alimentos que favorecem o acúmulo de gordura (carboidratos refinados, ricos em gordura saturada, frituras de modo geral); se for inchaço é preciso investir na ingestão de água e chás que ajudem na diurese para eliminação do excesso de líquido; e se for distensão pode ter relação com alguma alergia ou intolerância alimentar, vale diminuir/parar de consumir alimentos com carboidratos refinados, pois eles favorecem a produção de gases e, consequentemente, a saliência".

Para reduzir gordura acumulada ou localizada, é importante associar uma alimentação saudável a prática de exercícios físicos. "Para quem quer emagrecer, é preciso gastar uma quantidade maior de calorias e faz uma ingestão calórica menor ao que foi gasto na sua sessão de treino", pontua Antônio Neves.

O profissional de educação física explica que o ideal é apostar em um treino neuromuscular. "Um treino de força com peso, pois o tecido muscular é mais ativado metabolicamente e usa mais calorias em repouso. Mesmo após a sessão de treino, em repouso, ela vai continuar gastando calorias".  

Os especialistas aconselham que combinar exercícios e dieta são essenciais para atingir o objetivo desejado, mas eles não recriminam a realização de procedimentos estéticos. "Só é complicado a pessoa querer transformar demais sua estrutura física em busca de um objetivo comparado com outra pessoa, que está fora da sua realidade", finaliza Raquel Rodrigues. 

Fontes: 


Raquel Rodrigues - nutricionista do grupo Hapvida. CRN 54087;

Antônio Neves - graduado em educação física e pós-graduado em musculação e condicionamento físico. Cref: 010321-G/BA.