Saúde

Sabor da saúde: confira motivos para incluir as leguminosas nas refeições

Leguminosas são também uma boa opção para pessoas que eliminaram proteínas de origem animal do cardápio

Redação Dino

As leguminosas, grãos presentes nas vagens, como o feijão, grão-de-bico, lentilha e ervilha, são elementos importantes para a alimentação de maneira geral. "Além de saborosas e versáteis para o preparo das refeições, elas oferecem nutrientes como proteínas, vitaminas do complexo B e minerais, que contribuem para o equilíbrio do organismo", conta a nutricionista, Tayse Correia. 

Segundo a nutricionista, a composição nutricional das leguminosas também inclui antioxidantes e fibras, que facilitam o bom funcionamento do organismo. "Previne a anemia, aumenta a imunidade, controla o colesterol no sangue, auxilia o sistema nervoso, ajuda a fortalecer os ossos, melhora a função intestinal e controla também os níveis de glicemia", completa Tayse.

Pessoas que estão buscando emagrecer, às vezes, retiram as leguminosas das refeições. No entanto, o consumo está liberado. "Eu aconselho incluir pelo menos uma porção desses grãos ao dia. Eles são ricos em fibras que ajudam na saciedade e facilitam o desempenho do metabolismo em processos de emagrecimento e manutenção de peso", diz a nutricionista.

De acordo com a profissional, as leguminosas também podem ser consumidas em qualquer horário escolhido. "Apenas sugiro alterar o tipo de leguminosa durante a semana para ter maior variedade de nutrientes", esclarece. "Já a quantidade da porção é definida de acordo com a necessidade metabólica de cada indivíduo e seus objetivos com a nutrição", inclui Tayse.

As leguminosas são também uma boa opção para pessoas que eliminaram proteínas de origem animal do cardápio. A nutricionista conta que vale combinar as leguminosas com cereais para uma nutrição mais completa em dietas vegetarianas e veganas.

Para o melhor aproveitamento dos benefícios nutricionais, é importante deixar os grãos de leguminosas de molho de um dia para o outro e descartar a água antes de cozinhar. "Esse processo neutraliza o ácido fítico, que impede a absorção de nutrientes importantes como cálcio, ferro e magnésio", esclarece a nutricionista.

Além de incluir as leguminosas nas principais refeições, como refogados, sopas, saladas e até mesmo no formato de massas à base desses grãos, que substituem os tradicionais macarrões, a nutricionista sugere lanches intermediários para prolongar a saciedade. "Boas opções são hommus (pasta de grão-de-bico) com biscoitos de arroz e snacks de leguminosas crocantes e assadas, que são práticas para carregar para qualquer lugar", sugere Tayse.